Governo Britânico quer impedir a NVIDIA de comprar a ARM
Créditos: NVIDIA/ARM/ Infotechnews

Governo Britânico quer impedir a NVIDIA de comprar a ARM

Enquanto CEO da NVIDIA acredita que aquisição será concluída em 2022, governo Britânico questiona a compra por razões de segurança nacional

O presidente e CEO da NVIDIA, Jensen Huang, está confiante que a aquisição da ARM, será concluída em 2022. Porém, movimentações recentes do governo britânico podem prejudicar o acordo de US$ 40 bilhões. Alegando motivos de segurança nacional, o Reino Unido, entrou com uma ação judicial para intervir na aquisição da NVIDIA.

A ação de intervenção de interesse público (Public Interest Intervention no original em inglês), foi postada por Oliver Dowden, Secretario de Estado do Digital, Cultura, Mídia e Esporte no Reino Unido. Até o dia 30 de julho, de 2021, a CMA (Competition and Markets Authority), órgão ministerial independente que regula a competição entre empresas para, deve anunciar o resultado da ação proposta por Dowden, definindo os rumos da aquisição da ARM. 

O grande questionamento é que caso o acordo seja finalizado, companhias como Microsoft, Google e Qualcomm, que utilizam as soluções da empresa em seus produtos, sofrerão prejuízo. Por outro lado, a NVIDIA garante que irá manter o modelo de licenciamento aberto da empresa, sem impedir que companhias como Microsoft tenham acesso aos chips da ARM, além de manter a sede da empresa em Cambridge, no Reino Unido. 

A ARM oferece um ecossistema de arquiteturas e processadores compatíveis que podem ser licenciados por outras empresas. As soluções se tornaram tão populares e competitivas, hoje em dia, que a grande maioria das empresas de tecnologia tem utilizado algum dos chips da empresa, como é o caso do chip M1 da Apple.

16/04/2021 às 16:53
Notícia

BMW e Nvidia anunciam parceria para ferramenta de planejament...

Usando plataforma Omniverse, empresas querem "revolucionar" como é feito o planejamento

Recentemente a NVIDIA mostrou sua primeira CPU, com arquitetura ARM, para soluções em IA para Data Centers. O projeto não marca somente a entrada da NVIDIA no mercado de processadores, mas também as intenções da empresa ao expandir seu ecossistema. Jensen Huang acredita que a aquisição é uma oportunidade de crescimento. "Estou confiante que os reguladores irão perceber a inteligência desta transação. Ela irá prover um aumento na inovação. Vai permitir a ARM expandir para mercados difíceis para entrarem sozinhos. Nossas conversas com os órgãos reguladores são esperadas e construtivas. Estou confiante que até 2022 a aquisição será concluída", comentou Huang.

Se a aquisição será concluída ou não, depende dos resultados da ação promovida pelo governo britânico. A união gera desconforto esperado, por parte de grandes empresas que podem perder competitividade caso o acordo seja concluído. O consumidor, no entanto, só pode esperar que a decisão final realmente reflita o que é melhor para o mercado.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: PC Gamer, Videocardz
User img

Luiz Schmidt

Estudante de jornalismo na UFSC. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Gosta de escrever histórias de horror nas horas livres e sonha em publicar um livro.

Unboxing do XIAOMI 11T: câmera de 108MP, ótima tela, carregamento rápido e preço justo

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.