Microsoft Edge ganha modo performance, que consome menos RAM e recursos do PC
Créditos: Microsoft

Microsoft Edge ganha modo performance, que consome menos RAM e recursos do PC

Novidade está disponível na versão de testes do navegador

A Microsoft revelou que um modo de desempenho para o navegador Microsoft Edge. A novidade, que está em fase de testes, permite utilizar o browser consumindo menos recursos do computador, como memória RAM e processamento.

Disponível na versão Canary do navegador, a versão otimizada do Microsoft Edge pode ser ativada dentro das configurações, em um menu chamado "Otimizar Performance". Segundo imagens do usuário HotCakeX, o modo de performance pode ser habilitado para sempre estar em funcionamento no browser.


(Imagem:  HotCakeX (Microsoft Tech Community Forums/Neowin)

A descrição fornecida pela funcionalidade indica que o modo performance "ajuda a otimizar a velocidade, capacidade de resposta, CPU, memória e uso da bateria". A novidade pode ser de grande utilidade para quem possui notebooks, principalmente modelos que não possuem tantos recursos de hardware.

De acordo com a Microsoft, os resultados entregues pelo modo de performance variam de acordo com o sistema. Mais detalhes técnicos sobre a novidade devem surgir com a expansão e desenvolvimento do modo durante os testes.

Atualmente, o modo de desempenho do Microsoft Edge pode ser utilizado no Microsoft Edge Canary com versão 91.0.586.0 ou superior. A funcionalidade está escondida, mas pode ser habilitada com o uso de um comando  "--enable-features=msPerformanceModeToggle", sem aspas.

O modo de desempenho não é única novidade que está em desenvolvimento para o navegador. De acordo com relatos de usuários, a Microsoft também começou a testar uma função que permite adicionar textos em PDFs abertos no Edge Canary.

Como as funções ainda estão em testes, não existe uma estimativa de lançamento das novidades para versão final do Edge, que vem pré-instalada no Windows 10 e também pode ser utilizada em outros dispositivos, incluindo celulares Android e iOS.

Via: Neowin, Windows Central
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Celular GAMER barato? Testamos o Black Shark 4, o custo-benefício da Xiaomi

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.