Firefox, Safari e outros browsers não usarão tecnologia FLoC da Google para ads
Créditos: Vivaldi/Divulgação

Firefox, Safari e outros browsers não usarão tecnologia FLoC da Google para ads

Novo recurso que será implementado no Chrome busca substituir os Cookies

As empresas responsáveis por navegadores como Firefox Safari anunciaram que não usarão a nova tecnologia Federate Learning of Cohorts (FLoC) da Google. Esse recurso será implementado no Chrome com o objetivo de substituir os cookies de terceiros na coleta de dados para propagandas.

01/04/2020 às 11:37
Notícia

Telescópio espacial Hubble tira foto de galáxia com aparência...

Galáxia NGC 4237 com aparência “fofa” está localizada na constelação Coma Berenices

Como explica o site The Verge, até mesmo todos os principais navegadores que utilizam o código-fonte do Chromium também não usarão a tecnologia da Google. Isso inclui browsers relativamente populares como Microsoft Edge, Brave, Opera e Vivaldi.

"Nós não iremos apoiar a API FLoC e planejamos desabilitá-la, não importa como seja implementada. Ela não protege a privacidade dos usuários e certamente não é benéfica para eles, que involuntariamente abririam mão da sua privacidade para o ganho financeiro da Google".
Comunicado oficial da Vivaldi


Fonte: Google/Reprodução

Com isso, paira um grande ponto de interrogação sobre o futuro da publicidade na internet, conforme surgem leis como a General Data Protection Regulation (GDPR) da União Europeia e a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) do Brasil. No caso europeu, por exemplo, cookies foram classificados como dados pessoais e agora os sites precisam de autorização prévia do usuário para usá-los.

Foi por isso que, cerca de duas semanas atrás, representantes da Google anunciaram o FLoC. Trata-se de um algoritmo que analisa o seu histórico de navegação e o coloca num grupo junto de pessoas que acessam um conjunto similar de páginas. Esses dados então são vendidos aos anunciantes, que podem usá-los para direcionar propagandas de produtos que supostamente interessariam a você.

Continua após a publicidade

A promessa é de que essa é uma implementação que oferece maior privacidade do que os cookies. O problema é que ainda se trata de um sistema bastante complicado, e que poderá ter seus problemas de privacidade caso não seja implementado corretamente.

"O pior aspecto do FLoC é que ele prejudica materialmente a privacidade do usuário, com uma suposta premissa de ser amigável para a privacidade".
Comunicado oficial da Brave

Via: Brave, Vivaldi Fonte: The Verge
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Hands-on do Moto G60: câmera de 108MP, tela de 120Hz e bateria de 6.000 mAh são os destaques

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.