Serviço de streaming Tidal chega às smart TVs da LG
Créditos: Divulgação/Tidal

Serviço de streaming Tidal chega às smart TVs da LG

Plataforma de áudio oferece suporte para Dolby Atmos

A LG anunciou uma novidade que pode agradar aos usuários de serviços de streaming de conteúdo em áudio. O Tidal, a plataforma global de distribuição de música e entretenimento, agora está disponível nas smart TVs LG por meio da LG Content Store, em mais de 50 países e territórios em todo o mundo. 

Compatível com modelos de 2018 a 2021 que rodam versões 4.0 a 6.0 do webOS, o aplicativo Tidal oferece fidelidade lossless (sem perdas após compressão) e Dolby Atmos através do nível HiFi de 1411 kbps da plataforma, bem como vídeos musicais, filmes, documentários de alta definição.


Foto: Divulgação/Tidal

O Tidal pertencia ao produtor e rapper Jay-Z, mas foi vendido em março deste ano para a Square, processadora de pagamentos digitais de Jack Dorsey, cofundador e atual presidente do Twitter. O serviço oferece áudio, denominado pela empresa, de master qualidade (MQA) que reproduz as nuances e dinamismo (normalmente 96 kHz/24 bit) de uma gravação original. A plataforma de streaming também oferece suporte para Dolby Atmos por meio de seu nível HiFi, que utiliza o arquivo flac para não perder dados durante a compressão. De acordo com a empresa, conteúdos da plataforma têm 4.4x a taxa de bits da mais alta definição padrão de streams oferecida por outros serviços.

No lançamento, os clientes LG poderão desfrutar de mais de 70 milhões de faixas de todos os gêneros e 250 mil vídeos de alta qualidade, além de diversas playlists com curadoria da equipe editorial da plataforma, de especialistas e jornalistas da indústria musical, e dos próprios artistas.

A LG é uma das primeiras fabricantes de TV a oferecer suporte a Dolby Atmos. Em nota, a empresa diz que continua empenhada em fornecer as experiências de som mais realistas e dinâmicas disponíveis. 

05/04/2021 às 08:36
Notícia

OFICIAL: LG anuncia que não lançará mais smartphones

Decisão já foi aprovada pelo conselho administrativo da empresa

A fabricante anunciou recentemente a saída do mercado de smartphones para focar seus recursos na produção de componentes para veículos elétricos, dispositivos conectados, dispositivos para casas inteligentes, robótica, inteligência artificial. Essa é só mais uma novidade que a fabricante deve estar preparando.

Continua após a publicidade

User img

Bianca Nery

Quase jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina. É marvete e entusiasta de jogos antigos de Playstation 2. Joga no expert no Guitar Hero e é grande fã do Jorge Ben.

Hands-on do Moto G60: câmera de 108MP, tela de 120Hz e bateria de 6.000 mAh são os destaques

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.