CS:GO tem bug antigo que permite ataque hacker em PCs
Créditos: Divulgação/Valve

CS:GO tem bug antigo que permite ataque hacker em PCs

Um link é enviado para o usuário participar do game, quando clica o PC fica vulnerável

Recentemente o grupo de hackers The Secret Club relatou um bug antigo e perigoso no popular game Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Apesar de usarem o nome "hackers" esse grupo procura em códigos algumas vulnerabilidades que podem prejudicar o usuário, mas não tem nenhuma intenção maliciosa. O erro de segurança que eles identificaram deixa muitos jogadores vulneráveis à ataques ao seu computador, que podem corromper arquivos e deixar dados expostos.

Apesar de ser um alerta importante, essa não é a primeira vez que o exploit é identificado. Em 2019 o pesquisador de segurança identificado como Florian já havia relatado o problema para a Valve. Em entrevista para o site Motherboard o próprio responsável pelo aviso relatou que a empresa classificou o bug como "crítico", masque o estúdio admitiu que a correção estava “lenta para responder”.

Segundo o The Secret Club, esse é um bug mais antigo ainda. Isso significa que ele já pode ter deixado vários usuários vulneráveis, sendo explorado por muitas pessoas má intencionadas. A implementação do vírus no computador é muito rápida e simples, muitas vezes o usuário não percebe que está sendo atacado. É enviado um convite da Steam, que copia a interface e faz parecer real. Assim que a vítima clica no link o seu PC já está totalmente vulnerável. A ação foi mostrada no vídeo abaixo:

24/03/2020 às 18:08
Artigo

Phishing em tempos de Coronavírus - Como se proteger dos golpes

A doença está sendo usada como desculpa para roubar dados de diversos usuários

O bug está inserido no motor de games da Valve. Isso significa que, além de Counter-Strike: Global Offensive, outros títulos também estavam vulneráveis. O grupo The Secret Club não conseguiu acessar a vulnerabilidade em outros games. Possivelmente uma correção já foi feita pela desenvolvedora, que enviou a proteção via atualização.

Apesar disso, como é possível ver no vídeo, Counter-Strike: Global Offensive ainda está vulnerável. Esse bug é importante por usar um "phishing" ou "isca" fácil. O game é muito popular na Steam, o que faz com que os jogadores confiem no link e acabem clicando nele. Caso receba algum convite aleatório desconfie e evite clicar.

Via: Adrenaline, The Verge
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Hands-on do Moto G60: câmera de 108MP, tela de 120Hz e bateria de 6.000 mAh são os destaques

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.