Skydio cria processo 100% automatizado para escaneamento 3D de prédios e cenas
Créditos: Skydio/Reprodução

Skydio cria processo 100% automatizado para escaneamento 3D de prédios e cenas

Nova técnica promete economizar tempo que seria gasto programando trajetórias de voo

A fabricante norte-americana Skydio criou um processo totalmente automatizado para escaneamento 3D de prédios e de cenas. Eles desenvolveram uma nova técnica de fotogrametria que promete economizar boa parte do tempo que seria gasto programando trajetórias de voo.

03/03/2021 às 10:48
Notícia

Skydio é a primeira empresa de drones dos EUA a valer US$ 1 b...

Restrições contra chinesas como a DJI ajudam companhias domésticas a crescerem

Como explica o site Drone XL, normalmente é necessário programar múltiplas trajetórias complexas para se obter fotos de todos os ângulos de cenas mais complicadas. Com o novo pacote de software da Skydio, porém, é possível automatizar todo o processo.

Com esse tipo de técnica, a coleta de dados normalmente é feita usando um drone que voa por cima e ao redor de um edifício ou de outro objetivo. Com o software Skydio Autonomy, o usuário só precisa especificar uma única dimensão: o volume que terá o modelo digital final.

A partir daí, o drone faz um mapeamento do ambiente para encontrar o caminho de voo ideal, que então permitirá que ele fotografe a cena de todos os ângulos. Deste modo, é possível capturar o máximo de detalhes possível, com sobreposição suficiente entre as fotos para obter um modelo 3D opaco.

"Primeiramente, nós não damos muitas atribuições ao drone. Ele pensa por conta própria. Os algorítimos de Mapeamento Adaptativo de Escaneamento 3D ajudam o drone a gerar e rastrear de maneira iterativa um caminho de escaneamento 3D específico para a situação, enquanto evita todos os obstáculos. O Skydio examina e modela o ambiente de maneira autônoma conforme voa por ele, e então executa automaticamente um plano para capturar fotos que cobrem toda a área".
- Guillaume Delépine, gerente de produto da Skydio

Para demonstrar as capacidades do escaneamento 3D, uma equipe da Skydio conduziu um teste num centro de treinamento de socorristas, que envolvia um helicóptero caído fictício. Essa é uma situação bastante complexa e que exige que sejam tiradas fotos de todos os pontos de vista e ângulos possíveis.

Continua após a publicidade

Usando o 3D Scan da Skydio, foi possível gravar o local do acidente com apenas dois voos do drone, num espaço de 45 minutos. Foram tiradas 542 fotos a uma distância média de 3 metros dos objetos. O volume total da cena que foi escaneada era de aproximadamente 500 metros cúbicos.

 

 

"Como resultado, o drone pode capturar imagens de close-up a partir de múltiplos ângulos e a partir de qualquer ponto no volume de escaneamento especificado pelo piloto. Nesta estrutura, fica claro como o drone desenvolve um padrão único para o sujeito em questão, permitindo que seja gerado um espetacular modelo 3D. O padrão de voo é alinhado com a estrutura de maneira próxima, permitindo que os operadores delimitem uma área muito menor do que se eles estivessem usando um drone que exige distâncias maiores".
- Guillaume Delépine, gerente de produto da Skydio

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Drone XL Fonte: Skydio/Sketchfab
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Drone Autel EVO II Pro chega ao Brasil - Câmera 6K, 40 Minutos e 9Km [UNBOXING]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.