MediaTek supera Qualcomm e vira a maior fabricante de chips em 2020
Créditos: Divulgação/MediaTek

MediaTek supera Qualcomm e vira a maior fabricante de chips em 2020

Segundo levantamento da Omdia, a empresa cresceu 47,8% no ano passado

A MediaTek superou a fabricante estadunidense de processadores móveis Qualcomm e se tornou a líder no mercado global de chipsets para smartphones pela primeira vez. O levantamento é da empresa de pesquisa e análise de smartphones Omdia, que aponta o crescimento de 47,8% da companhia em 2020.

De acordo com a Omdia, a MediaTek vendeu 351,8 milhões de chips em 2020. Em 2019, a fabricante havia registrado 238 milhões de unidades vendidas. O sucesso de venda de 113,8 milhões de processadores de diferença deixou a participação de mercado na marca de 27,2% em comparação com 17,2% no ano anterior. 

É a primeira vez que a MediaTek se torna a maior fornecedora de chipsets de smartphones, superando a Qualcomm

 

A Xiaomi foi responsável pela maior parte das vendas. O levantamento indica que a fabricante chinesa comprou 63,7 milhões de chips em 2020. O crescimento é de 223,3% em relação ao ano anterior. 

08/03/2021 às 18:46
Notícia

OPPO F19 Pro+ chega com chip MediaTek Dimensity 800U e carreg...

Tanto ele como o OPPO F19 Pro estarão disponíveis na Índia a partir de 25 de março

O segundo lugar de maior consumidor ficou para a Oppo, que comprou 55,3 milhões de chipsets. Em 2019, a empresa garantiu 46,3 milhões de unidades de chips MediaTek. De acordo com a Omdia, a Oppo e a Realme juntas compraram 83,19 milhões de processadores de smartphone da MediaTek em 2020.

A Samsung também está na lista de maiores clientes, revelou o relatório. A empresa sul-coreana comprou 43,3 milhões de chipsets e teve o maior crescimento: 254,5% em relação a 2019. 

Continua após a publicidade

A combinação da proibição comercial da Huawei nos Estados Unidos, que impediu negócios com a Qualcomm, o foco das empresas em smartphones de entrada e intermediários, e a diversificação de fornecedores durante a pandemia ajudou a MediaTek a conquistar a liderança na fabricação de chipsets de celulares.

Por um lado, haverá mais demanda de terceirização de chips da Honor e da Huawei, porque o chipset Kirin vai desaparecer do mercado. Por outro lado, o crescimento futuro do mercado de smartphones está no mercado emergente, com smartphones de baixo custo e a MediaTek atende a essa necessidade - Zaker Li, analista sênior de componentes e dispositivos de dispositivos sem fio da Omdia.

Resta saber se a empresa será capaz de sustentar sua liderança ao longo de 2021 ou se a Qualcomm vai recuperar seu primeiro lugar mais uma vez. No entanto, analistas acreditam que a MediaTek será capaz de estender a liderança, por conta da terceirização de chips e pela demanda contínua por smartphones baratos.

Via: XDA-developers Fonte: Digitimes
User img

Bianca Nery

Quase jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina. É marvete e entusiasta de jogos antigos de Playstation 2. Joga no expert no Guitar Hero e é grande fã do Jorge Ben.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.