Intel lança processadores Core de 11ª geração Rocket Lake-S  - Veja testes!
Créditos: Adrenaline/Intel

Intel lança processadores Core de 11ª geração Rocket Lake-S - Veja testes!

Intel Core i9-11900k introduz núcleo Cypress Cove, novos gráficos Intel Xe, PCle 4.0 com 20 linhas e Thunderbolt 4.0

A 11ª geração Core de processadores da Intel, de codinome Rocket Lake-S, foi lançada mundialmente hoje. No site especializado Adrenaline é possível conferir uma análise completa sobre o modelo top de linha, o Intel Core i9-11900K, que apesar de ter uma redução para 8 núcleos e 16 threads, apresentou uma performance levemente superior ao seu antecessor.

Análise completa no site da Adrenaline

O Intel Core i9-11900K é um processador de alta performance para usuários domésticos, voltado para quem necessita de desempenho em aplicações como games e softwares de trabalho. 

Entre as novidades da geração está a introdução de um novo núcleo, o Cypress Cove, combinado com os novos gráficos Intel Xe, suporte ao USB 3.2 Gen 2x2, aumento de linhas PCle para 20 com atualização para o PCle 4.0, novo QuickSync e o Thunderbolt 4.0. Em especificações, no entanto, o Core i9 apresenta um óbvio retrocesso: o processador deixa de ser um decacore, como é o topo de linha na 10ª geração, e volta a ter 8 núcleos e 16 threads. 


Como contraponto, a empresa promove a utilização do Intel Adaptive Boost Technology (IABT), que aumenta o clock dos núcleos dependendo do nível de temperatura do processador. O recurso busca manter as frequências em patamares mais altos, quando determinados parâmetros de temperatura forem mantidos

Logo um cooler de alta eficiência é o indicado para melhores resultados com a tecnologia, que pode alcançar 5.1GHz em todos os núcleos de forma consistente. No vídeo abaixo, feito pelo site parceiro Adrenaline, você confere até onde chega o Adaptive Boost e como o Intel Core i9-11900K se sai rodando alguns games.

Com a litografia de 14 nanômetros, a Intel dessa vez buscou melhorar os produtos da 11ª geração Core com atualizações de tecnologias, melhoras em especificações, evoluções nos núcleos de processamento e a introdução dos novos gráficos Intel Xe em um processador de desktop. 

Continua após a publicidade

Na conectividade temos diversas mudanças: suporte a tecnologias como WiFi6, USB 3.2 Gen2x2, o Thunderbolt 4 e PCl Express 4.0 nativo na plataforma, com incremento nas linhas PCle do CPU de 16 para 20. O Intel QuickSync também foi aprimorado para acelerar via hardware codecs como VP9 12-bit e 12bit 4:4:4 e HEVC 12-bit 4:2:0, 4:2:2 e 4:4:4, além de usar os gráficos para suporte nativo à decodificação AV1.

Os processadores de 11ª geração Core para desktops em geral mantém a configuração de núcleos da geração anterior, com exceção da linha Core i9 que foi reduzida para 8 cores. Apesar de manter a litografia nos 14nm, a tecnologia dos núcleos foi atualizada para a Cypress Cove, e a empresa busca atingir ganhos de até dois dígitos percentuais em IPC (instruções por clock) com diversas melhorias da arquitetura, além de ganhos de performance com ajustes mais avançados no boost nas frequências. 

Agora, a grande evolução da 11ª geração aconteceu nos gráficos. O Intel Xe promete salto de 50% em desempenho, entregando um chip gráfico integrado muito mais eficiente para realizar funções como rodar games ou acelerar Deep Learning e inteligência artificial.

O Intel Core i9-11900K apesar de se mostrar superior ao antecessor, ele obteve na prática, na maioria dos testes, uma variação de 5% comparado ao antecessor. Os ganhos em desempenho em single-thread praticamente não impactaram na performance nos jogos. O custo elevado o torna pouco interessante contra os rivais da AMD, e até se comparado a outros modelos da Intel como o Core i7 da 11ª geração. 

Via: Adrenaline Fonte: Techpowerup
User img

Luiz Schmidt

Estudante de jornalismo na UFSC. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Gosta de escrever histórias de horror nas horas livres e sonha em publicar um livro.

MI 11 PRO e ULTRA! TUDO sobre os NOVOS celulares da XIAOMI

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.