Xiaomi vai lançar o carregador sem fio que a Apple não conseguiu fazer
Créditos: Xiaomi/Reprodução

Xiaomi vai lançar o carregador sem fio que a Apple não conseguiu fazer

Com 19 bobinas, solução da fabricante chinesa pode carregar até 3 aparelhos ao mesmo tempo

A Xiaomi anunciou um aparelho nos moldes do AirPower, o carregador sem fio que a Apple não conseguiu lançar. Ainda sem um nome oficial por enquanto, essa base vai trazer 19 bobinas que vão enviar energia para até três dispositivos ao mesmo tempo.

29/03/2021 às 15:50
Notícia

Xiaomi anuncia seu novo projetor com Android TV 9.0 instalado

Novo Mi Smart Projector 2 Pro vem com suporte a Google Assistant e suporte até 120 polegadas a 1080p

Os executivos da empresa confirmaram que o desenvolvimento da tecnologia começou há dois anos, mais ou menos quando a Apple decidiu descontinuar o AirPower. No total, o carregador triplo da Xiaomi oferece até 60 W, sendo 20 W individuais para cada dispositivo que está sendo carregado.

Já foi confirmado que o carregador sem fio vai custar CNY 599 na China, o que é equivalente a R$ 527 no Brasil ou US$ 91 em mercados internacionais. Apesar disso, não se falou nada sobre um possível lançamento global.

O carregador foi anunciado durante um grande evento de lançamento promovido pela Xiaomi hoje, dia 29 de março. Na imagem oficial mostrada durante a apresentação, o dispositivo é mostrado carregando um iPhone, o que mostra que ele terá compatibilidade com os smartphones da concorrente.


Fonte: Xiaomi/Reprodução

O AirPower foi anunciado em setembro de 2018 pela Apple, com um lançamento previsto para o começo de 2018. Só que veio o momento previsto para sua chegada ao mercado e nada do produto aparecer, o que levou a muitas especulações sobre seu futuro.

A resposta para todas essas perguntas viria só em março de 2019, quando a Apple finalmente cancelou o produto. Reportagens apontaram que diversos problemas de desenvolvimento levaram a essa decisão – incluindo dificuldades na gestão de calor, velocidade de carregamento lenta e interferência entre as diferentes bobinas.

Continua após a publicidade

A principal dificuldade estaria na inclusão de bobinas para dois padrões de carregamento diferentes. Isso porque os iPhones usam a recarga sem fio via Qi, que é o que basicamente toda a indústria usa. Só que o AirPower também carregaria o Apple Watch, que usa um padrão diferente.


Fonte: Xiaomi/Reprodução

A Xiaomi também aproveitou o evento para apresentar um novo carregador sem fio com potência de 80 W. Ele é mais rápido do que qualquer aparelho da empresa suporta hoje – o Mi 11 Pro e o Mi 11 Ultra chegam a no máximo 67 W. Ele custa CNY 499 (R$ 439) e vem com um carregador com fio de 120 W que também pode ser usado para alimentar diretamente os celulares da firma.

Via: XDA Developers, WCCF Tech
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

ANÁLISE: Drone DJI Mini 2 - 4K, até 31 minutos de voo e 10Km de distância, precisa mais?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.