Elon Musk explica o que fez a Starship SN10 explodir após o pouso
Créditos: NASA Spaceflight - YouTube/Reprodução

Elon Musk explica o que fez a Starship SN10 explodir após o pouso

Motor estava com baixo impulso e partes do trem de pouso acabaram se quebrando

O CEO da SpaceX, Elon Musk, veio a público explicar o que fez o protótipo SN10 da Starship explodir logo após seu pouso de testes. De acordo com ele, o motor estava com baixo impulso e isso acabou resultando na quebra de partes do seu trem de pouso.

10/03/2021 às 08:10
Notícia

Ações da Tesla sobem novamente e empresa valoriza mais de US...

Movimento acontece após queda de aproximadamente US$ 250 bi no valor de mercado

Para ser mais preciso, uma ingestão parcial de hélio por parte do tanque coletor de combustível teria sido a causa para essa falta de impulso. Isso permitiu que o foguete atingisse o chão a uma velocidade de 10 m/s, o que resultou no esmagamento dos pés e de parte da saia do foguete.

De acordo com Musk, tudo isso está sendo levado em conta no projeto do protótipo SN11, que deverá trazer uma série de melhorias no trem de pouso. O fotógrafo Austin Barnard compartilhou algumas fotos na sua conta do Twitter onde é possível ver os funcionários da SpaceX baixando cada perna de pouso da Starship manualmente.

Comentando o que o CEO da SpaceX falou, o editor do site NASA Spaceflight, Chris Bergin, avaliou que esse problema é complicado de resolver. Ele explica que a ingestão de hélio foi causada pelo sistema de pressurização que foi adicionado ao tanque de metano (CH4).

Esse sistema, por sua vez, foi implementado exatamente para evitar o erro que causou a explosão do protótipo SN8. Musk respondeu o jornalista, concordando que o uso de pressurização autógena iria fazer com que as bolhas de metano fossem revertidas para líquido.

Continua após a publicidade

A aplicação do hélio no tanque coletor de combustível foi escolhida para evitar o colapso total do ar que seria causado por um líquido do tipo – e que aconteceu no teste anterior. Musk assumiu a culpa por ter aprovado a decisão e justificou que parecia uma boa ideia na época.

Esse foi o terceiro teste seguido da Starship que terminou em explosão. Em dezembro de 2020, a SN8 sofreu com baixa pressão no tanque de combustível e explodiu ao colidir com o chão. Já no SN9, a ignição de um dos motores acabou falhando, e novamente o foguete entrou em chamas.

No caso do SN10, o foguete até pousou com sucesso no dia 3 de março de 2021, mesmo que apenas três dos seus seis pés de pouso tenham funcionado. A espaçonave só foi explodir oito minutos após o contato com o chão. O próximo teste da Starship será com o protótipo SN11, mas ainda não tem data marcada para acontecer.

Via: Engadget, CNET
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.