Skydio é a primeira empresa de drones dos EUA a valer US$ 1 bilhão
Créditos: Skydio

Skydio é a primeira empresa de drones dos EUA a valer US$ 1 bilhão

Restrições contra chinesas como a DJI ajudam companhias domésticas a crescerem

A fabricante norte-americana de drones Skydio está comemorando uma importante marca em seus negócios. A empresa agora é avaliada em mais de US$ 1 bilhão, o que dá quase R$ 5,7 bilhões na cotação atual. A Skydio é a primeira companhia norte-americana a alcançar uma valorização tão grande, o que foi possibilitado, em parte, pelas restrições comerciais que empresas chinesas como a DJI estão enfrentando por parte do governo dos EUA.

Independentemente da concorrência, a Skydio lançou seu primeiro drone em 2018, e em menos de três anos a Skydio alcançou a valorização de US$ 1 bilhão, o que é um feito impressionante. Parte do plano da companhia é focar em IA e nos recursos de auto-pilotagem de seus drones - que levam o mesmo nome da empresa, como o Skydio 2. Além disso, a companhia começou a focar especialmente no segmento de drones profissionais e para uso militar.

O motivo pra isso, segundo o The Verge, é que o segmento de drones profissionais é o que mais cresce atualmente, no mercado dessas aeronaves. Informações da Valuates Reports estimam que o mercado de drones comerciais deve saltar para US$ 35 bilhões em 2026, saindo de US$ 6,5 bilhões em 2020. É um crescimento de quase seis vezes em apenas seis anos.

23/12/2020 às 12:28
Notícia

DJI rebate ao ser colocada na lista de sanções dos EUA: “Não ...

Ainda não se sabe como a empresa vai substituir seus componentes que vinham de companhias dos EUA

E a Skydio está bem posicionada para conseguir esses importantes contratos de empresas norte-americanas e do próprio governo dos EUA, enquanto suas maiores concorrentes, como a DJI, estão sendo barradas. A DJI é a maior companhia de drones do mundo, mas entrou para a lista de entidades dos Estados Unidos, o que significa fortes restrições nas negociações com companhias do país. Isso inclui não apenas vender drones para empresas norte-americanas, mas também o impedimento de importações de componentes do país para a fabricação de seus drones, problema análogo ao que a Huawei tem enfrentado.

Mas isso não significa que a Skydio vai se voltar apenas para drones profissionais e militares daqui pra frente. O CEO da companhia, Adam Bry, prometeu no ano passado que ela vai ter mais drones para consumidores domésticos em breve, mas não falou de datas ou janelas de lançamento.

Fonte: The Verge
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

MI 11 PRO e ULTRA! TUDO sobre os NOVOS celulares da XIAOMI

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.