Satélite brasileiro Amazonia-1 foi lançado nesse domingo - Veja detalhes
Créditos: Reprodução / YouTube | Inpe

Satélite brasileiro Amazonia-1 foi lançado nesse domingo - Veja detalhes

Satélite integra missão que tem como objetivo monitorar desmatamento na Amazônia

Foi lançado ao espaço com sucesso na madrugada deste domingo o Amazonia 1, primeiro satélite de observação da Terra totalmente brasileiro. O equipamento foi colocado em órbita às 1h54, a partir do Centro Espacial Satish Dhawan (SHAR), em Sriharikota, na Índia.

Resultado de um projeto de 13 anos de desenvolvimento, o satélite integrará a Missão Amazonia 1, auxiliando no fornecimento de dados de sensoriamento remoto para observação e monitoramento do desmatamento no país, especialmente na região amazônica, além de monitorar a agricultura.



                                                                 Créditos: Reprodução / YouTube | Inpe

Com 4 metros de comprimento e 650 kg, o Amazonia 1 ficará a 750 km acima da superfície da terra e será capaz gerar imagens do planeta a cada 5 dias. Sob demanda, poderá fornecer dados de um ponto específico em 2 dias.

“O satélite Amazonia 1, que é de sensoriamento remoto óptico, vai dar autonomia ao Brasil para melhor monitorar seus diversos biomas, seus mares e todos os alvos de interesses que temos, porque é um satélite que estará sob domínio completo do Brasil”, explicou o presidente da Agência Espacial Brasileira, Carlos Moura, que acompanhou a comitiva na Índia.



                                                                                            Créditos: Reprodução / YouTube | Inpe

Além do Amazonia-1, os satélites Sindhu Netra (India), Nanoconnect-2 e SpaceBee (ambos dos Estados Unidos) foram lançados ao espaço no mesmo foguete.

Construído em São Paulo, na sede do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o satélite brasileiro teve investimento de R$ 400 milhões.

Missão Amazonia

O Amazonia-1 se junta a outros dois satélites lançados em 2014 e 2019, que fornecem imagens para monitoramento do território brasileiro. 

Continua após a publicidade

Como detalha a Agência Brasil, a Missão Amazonia ainda pretende lançar mais dois satélites de sensoriamento remoto: o Amazonia 1B e o Amazonia 2. “Os satélites da série Amazonia serão formados por dois módulos independentes: um módulo de serviço - que é a Plataforma Multimissão (PMM) - e um módulo de carga útil, que abriga câmeras e equipamentos de gravação e transmissão de dados de imagens”, detalhou o Inpe.

Via: CNN Brasil, G1 Fonte: Agência Brasil
User img

Gabriel Tagarro

Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.