Empresa consegue autorização da ANAC para operar vários drones com um único piloto
Créditos: Phoenixns (Shutterstock)

Empresa consegue autorização da ANAC para operar vários drones com um único piloto

Estúdio de fotografia pode abrir importante precedente para o uso profissional de drones

A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) emitiu nessa semana uma autorização temporária para que um único piloto possa operar diversos drones simultaneamente. E são muitos drones mesmo: 400, conforme a requisição feita pela DF Studio Fotografia Profissional. Trata-se de uma autorização temporária e específica para uma empresa, mas abre um precedente interessante para o uso profissional de drones.

Atualmente no Brasil é exigido que cada voo de drone seja operado por um piloto remoto, como determina o parágrafo E94.107(b) do RBAC-E nº 94. Mas tecnologias recentes e avançadas das aeronaves não tripuladas já permitem que elas façam grande parte de seus trajetos de maneira completamente autônoma, exigindo apenas uma supervisão contra imprevistos. A fim de realizar um projeto não divulgado, a DF Studio Fotografia fez um pedido para que pudesse trabalhar com uma exceção.

A decisão da isenção temporária foi deferida pelo diretor-presidente da ANAC, exigindo que sejam observadas algumas diretrizes. O operador vai precsar seguir os procedimentos estabelecidos no Manual de Operações, obedecer a distância de trinta metros de pessoas não envolvidas no projeto e não anuentes, além de obedecer todas as outras autorizações necessários de órgãos públicos envolvidos na regulamentação de drones.

Apesar da decisão especificamente voltada para uma única empresa - e temporária - é mais provável que a partir dela veremos cada vez mais companhias pedindo por isenções parecidas para operar seus drones em determinadas situações. Esse é o tipo de pressão que pode levar a uma flexibilização futura da regra.

22/02/2021 às 16:14
Notícia

Empresa desenvolve drone para coletar frutas - veja vídeo

Drones usam inteligência artificial para identificar frutas maduras para colheita

É uma realidade antiga que a tecnologia evolui num ritmo muito difícil de ser acompanhado pela regulamentação, que costuma ser conhecida por sua morosidade. Conforme a inteligência artificial dos drones evoluir e suas possibilidades de uso aumentarem, esse tipo de pedido vai ter que ser feito cada vez mais vezes pelas empresas interessadas em aproveitar esses novos recursos.

Fonte: MundoGEO
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.