Empresa desenvolve drone para coletar frutas - veja vídeo
Créditos: DroneDJ/Reprodução

Empresa desenvolve drone para coletar frutas - veja vídeo

Drones usam inteligência artificial para identificar frutas maduras para colheita

A empresa israelense Tevel Technologies projetou e desenvolveu um sistema de drones capazes de identificar e colher frutas maduras de hortas, árvores e outros sistemas de plantio. Essa tecnologia permite que vários fazendeiros e donos de plantações não sofram tanto com as consequências que a pandemia teve para o cultivo de frutas e plantas, visto que os drones são mais ágeis e tornam todo o processo bem mais automatizado. 

Os drones são equipados com um sistema de câmeras, um pegador para as frutas e um pequeno parachoque em função de evitar que as plantas sejam cortadas. As câmeras utilizam um sistema de inteligência artificial e algoritmos para estudar a fruta e qualificá-la se está pronta ou não para colheita. Quando feita a identificação, o drone usa o pegador e retira a fruta (no caso do vídeo são maçãs) e as coloca numa coletor. 


Créditos: Tevel Technologies/Divulgação

Todos os drones funcionam de forma autônoma e não requerem supervisão para que o trabalho seja feito. Eles são conectados à uma base central e usam comunicação via nuvem em um aplicativo para perguntar ao operador quais frutas devem pegar, estabelecendo uma ordem na hora da colheita. O sistema também cataloga a área coberta pelos drones, peso total da colheita e até mesmo o lucro total obtido ao final de um dia de trabalho. 

A empresa aconselha que os drones sejam utilizados em conjunto com coletores humanos para preencher brechas, realizando um trabalho completo. Entretanto, comprovado a eficiência dos drones para realizar esse trabalho, não seria de se espantar que vários fazendeiros adotem um sistema de colheita 100% autônoma apenas com os pequenos robôs voadores. 

No último mês, a Tevel Techonologies recebeu um gigante investimento de 20 milhões de dólares de uma companhia chamada Kubota Corporation. O investimento foi crucial para que a empresa continue operando de forma mais abrangente e intensifique o desenvolvimento dos drones coletores. Yuichi Kitao, representante da Kubota Corporation, comentou: "com mais inovação, continuaremos contribuindo para o mundo nas áreas de alimentos, água e meio ambiente, olhando para a sociedade pós-Covid-19". 

Via: DroneDJ
User img

Mateus Alexandre

Designer gráfico, redator e artista nas horas vagas. É viciado em tecnologia, videogames e perde umas boas horas do dia pesquisando promoção de hardware.

Notebook com ARM? Testamos o MacBook Pro M1

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.