Huawei pode cortar mais da metade da sua produção de celulares em 2021
Créditos: Alex Castro (The Verge)

Huawei pode cortar mais da metade da sua produção de celulares em 2021

Rumores vêm de fabricantes de componentes e sugerem redução drástica da produção

A Huawei pode diminuir drasticamente seu volume de produção de celulares em 2021, segundo rumores vindos da Nikkei Asia. Fabricantes de componentes têm reportado anonimamente que a marca pode reduzir em mais da metade o número de smartphones que vai disponibilizar neste ano. E o motivo para isso viria, em grande parte, das sanções que a empresa ainda enfrenta por causa do governo dos EUA.

Ainda estamos na fase dos rumores, mas as informações parecem bem confirmadas. A publicação afirma que recebeu a "dica" de diferentes fontes de fornecedores que trabalham com a Huawei, que estariam sendo avisados pela própria empresa da redução. Segundo o que foi dito, a fabricante chinesa estaria planejando pedir componentes para a produção de um total entre 70 e 80 milhões de celulares em 2021. Esse número é mais ou menos 60% menor do que os 189 milhões de smartphones que a Huawei produziu em 2020. Algumas perspectivas ainda mais pessimistas de fornecedores falam de apenas 50 milhões de celulares da Huawei sendo fabricados neste ano.

O grande corte na produção de aparelhos seria para conter gastos e, também, porque a Huawei está enfrentando impedimentos para encontrar vários dos componentes necessários para fabricar seus celulares, por causa da proibição de encomendá-los de empresas norte-americanas. Um outro sinal forte disso, vindo também dos rumores, é de que a empresa estaria apenas encomendando chips para 4G e não 5G.

27/01/2021 às 14:58
Notícia

Joe Biden deve manter bloqueio comercial a empresas como Huaw...

Novo presidente norte americano deve seguir os passos de Trump e manter algumas empresas chinesas for...

A impossibilidade de lançar modelos de smartphone com conexão 5G em pleno ano de 2021 deve se provar um baque profundo para a Huawei - que já esteve nas linhas de frente da tecnologia, inclusive tentando oferecer infraestrutura para diversos países do mundo adotarem a rede. A informação ainda não foi oficialmente confirmada, e a Huawei nem comentou a respeito dos rumores vindos a respeito de uma produção bem menor de celulares em 2021.

Se os relatos recebidos pela Nikkei Asia se provarem verdadeiros, a Huawei não vai ter como impedir a queda de ainda mais posições no ranking das maiores empresas de mobile do mundo, uma lista em que ela já chegou a ocupar o segundo lugar.

Via: XDA-Developers Fonte: Nikkei Asia
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.