Xiaomi é a empresa que mais cresce na venda de celulares topo de linha
Créditos: Mi Blog/Xiaomi/Divulgação

Xiaomi é a empresa que mais cresce na venda de celulares topo de linha

Empresa continua investindo para bater de frente com marcas como Apple e Samsung

A Xiaomi é conhecida em países como o Brasil por seus celulares baratos, mas a empresa está ganhando espaço no mercado de aparelhos de alto desempenho. A firma revelou recentemente que possui o maior índice de crescimento entre as marcas de celulares topo de linha.

A empresa fechou o último trimestre de 2020 com um aumento de 3.639% nas vendas de celulares acima de US$ 500. O número mostra que a empresa está se tornando uma concorrente cada vez mais forte para empresas como Apple e Samsung, que atualmente dominam o segmento de smartphones premium.


(Imagem: Xiaomi/Divulgação)

A empresa também está intensificando os investimentos em novas tecnologias, o que pode auxiliar a companhia a ganhar mais espaço no segmento futuramente. No último ano, a firma injetou US$ 1,3 bilhão em pesquisa e desenvolvimento, o que já está rendendo frutos.

Segundo informa o GSM Arena, a empresa consegue realizar mais de 2,1 mil testes de câmera em seus celulares em apenas 24 horas, procedimento que levava até quatro dias anteriormente. A marca chinesa também é detentora de diversas patentes e apresentou recentemente dois conceitos futuristas para a indústria mobile: um carregador totalmente sem fio e um celular sem portas de conexão.

Crescimento da linha Redmi 
15/01/2021 às 11:15
Notícia

Xiaomi é adicionada na lista de restrição e não pode mais rec...

Nova ordem imposta na manhã de sexta-feira limite investimentos de empresas estadunidenses

Além de crescer no segmento de alto desempenho, a companhia também está se saindo bem nas vendas de celulares mais baratos. A submarca Redmi, conhecida por mirar no custo-benefício, vendeu mais de 200 milhões de celulares globalmente.

Os números positivos auxiliaram a Xiaomi a ganhar espaço em mais mercados. A marca é a terceira maior fabricante de celulares do mundo, está entre as cinco mais populares em 54 mercados e é a dona da medalha de bronze em pelo menos 36 países. Além disso, a firma é a líder do segmento mobile em pelo menos 10 locais.

Para 2021, a firma pode enfrentar algumas dificuldades para manter o crescimento. Recentemente, a empresa entrou para a lista de desafetos dos Estados Unidos, o que pode gerar sanções impeditivas para os negócios da fabricante.

Via: GSM Arena
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.