Novo Core i7 para notebooks supera Apple M1 em benchmarks divulgados pela Intel
Créditos: Intel/Divulgação

Novo Core i7 para notebooks supera Apple M1 em benchmarks divulgados pela Intel

Depois de MacBooks abandonarem as CPUs da empresa, Intel tenta reconquistar o mercado

A Intel divulgou testes de desempenho do seu novo processador para notebooks, o Core i7-1185G7, com o objetivo de compará-lo diretamente com o Apple M1. Nesses benchmarks, a CPU da Intel se mostrou em média 30% mais rápida do que a concorrente, e chegou a ser até três vezes mais veloz em tarefas de produtividade.

21/10/2020 às 12:33
Notícia

Acer anuncia notebooks ConceptD 7 e 7 Pro, voltados para desi...

Computadores contam com Intel Core Gen10, placas de vídeo Nvidia, SSD 2TB e até 32Gb de RAM

É sempre bom olhar esses resultados com um certo ceticismo, já que eles são divulgados pela própria equipe de marketing da empresa. Só saberemos o desempenho real dos notebooks com esse processador quando eles chegarem ao mercado e sites independentes fizerem essa análise.

Mas, por enquanto, tudo o que temos até agora são promessas ambiciosas por parte da Intel. A empresa perdeu uma bela fatia do mercado quando a Apple anunciou que iria parar de usar seus processadores nos MacBooks – e agora partiu para o contra-ataque para cima da firma dirigida por Tim Cook.


Fonte: Intel/Divulgação

Os testes foram feitos com dois notebooks diferentes, ambos trazendo 16 GB de memória RAM. Um deles estava pareado com o Core i7-1185G7 da Intel e o outro com o Apple M1. O processador da Intel foi três vezes mais rápido no processo de melhorar uma imagem usando o WebXPRT 3 no Google Chrome.

Na hora de exportar um PowerPoint para PDF, o Core i7 foi 2,3 vezes mais rápido. De acordo com o site PC World, a Intel escolheu esses testes exatamente pelo seu processador de sair melhor neles. Por outro lado, são aplicativos de produtividade comumente usados por profissionais que vão comprar esses notebooks, então a sua inclusão tem seu mérito.


Fonte: Intel/Divulgação

Continua após a publicidade

Testes usando o Adobe Photoshop e o Premiere Pro também beneficiam o processador da Intel, que chega a ser 1,7 vezes mais rápido em tarefas de exportação. No Lightroom Classic, o Intel de 11ª geração chegou a ser 1,5 vezes mais rápido que o M1.

Para completar, temos a performance em jogos, que foi um pouco mais equilibrada. A Intel vence em Middle-Earth: Shadow of Mordor e Total War: Three Kingdoms. Já a Apple ganhou em Borderlands 3, Hitman e Shadow of the Tomb Raider.


Fonte: Intel/Divulgação

Para demonstrar a vantagem de rodar em notebooks com Windows, a Intel ainda listou 15 jogos que os MacBooks simplesmente não são capazes de rodar. São eles: Gears Tactics, Grid (2019), Metro: Exodus, Hitman 2, Far Cry New Dawn, Overwatch, Crysis Remastered, Halo MCC, Red Dead Redemption 2, PUBG, Monster Hunter World, Doom Eternal, Microsoft Flight Simulator 2020, Apex Legends e Rainbow Six Siege.


Fonte: Intel/Divulgação

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Notebook Check, PC World, Tom's Hardware Fonte: Adrenaline
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Drone Autel EVO II Pro chega ao Brasil - Câmera 6K, 40 Minutos e 9Km [UNBOXING]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.