Dinamarca vai construir ilha artificial para produzir energia renovável
Créditos: Danish Energy Agency

Dinamarca vai construir ilha artificial para produzir energia renovável

A expectativa é que a usina seja capaz de fornecer 10 GW para a Dinamarca e países vizinhos

A Agência Dinamarquesa de Energia anunciou, nesta quinta-feira (04), que irá iniciar a construção de uma ilha artificial no Mar do Norte, a qual funcionará como um centro de energia verde. A pretensão é que o complexo gere energia suficiente para abastecer 10 milhões de lares europeus.

A ilha medirá cerca de 120.000 metros quadrados, o equivalente a 18 campos de futebol, e estará localizada a 80 quilômetros da costa da península Jutlândia. O centro será uma usina offshore — em tradução literal, “fora da terra” — que abrigará centenas de turbinas eólicas.


Danish Geodata Agency

Veja também: Microsoft lança plataforma de IA para a indústria de energia

O país definiu 2050 como a data limite para a extração de petróleo e gás no Mar do Norte, além de ter cancelado licitações futuras de exploração de combustíveis fósseis. 

A Agência Dinamarquesa de Energia comunicou ainda que existem planos para uma transição justa dos funcionários afetados.

Para atingir o objetivo de neutralidade climática, outra meta definida foi a de 300 GW de energia eólica offshore sendo gerados no total por todo o país, não apenas na ilha.

04/02/2021 às 15:47
Notícia

SpaceX confirma primeira missão espacial somente para "t...

A empresa escolherá três pessoas para orbitar a bordo da cápsula Crew Dragon por até cinco dias

Continua após a publicidade

A ideia é que futuramente a ilha ofereça 10 GW de potência para os habitantes europeus. Entretanto, a princípio as instalações terão a capacidade de gerar energia para apenas 3 milhões de lares, o que implica em 3 GW. Para a primeira fase, são esperadas 200 turbinas eólicas.

O ministro dinamarquês do Clima, Dan Jørgensen, comentou o seguinte sobre a construção da usina eólica:

Este é realmente um grande momento para a Dinamarca e para a transição verde global. Esta decisão marca o início de uma nova era de produção de energia sustentável na Dinamarca e no mundo e vincula metas climáticas muito ambiciosas com crescimento e empregos sustentáveis.

 

A fim de possibilitar a expansão do projeto, a ilha também contará com um porto e instalações direcionadas para armazenar e converter a eletricidade. O objetivo a longo prazo é ser capaz de gerar a energia na ilha, convertê-la e transmiti-la por cabos submarinos.

Via: Engadget, Reuters Fonte: Danish Energy Agency
User img

Iraci Falavina

Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Iraci é apaixonada por games,principalmente se tiverem uma boa história. Também se interessa por animes e cinema e não recusa uma boa xícara de chá. Editora-chefe do programa de jogos do curso, o Insira a Ficha.

Zenfone 8: o menor topo de linha de 2021? Tela de 5.9" e Snapdragon 888

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.