Carregador GaN de 67W da Xiaomi passa por certificação técnica na Alemanha
Créditos: Xiaomi/Divulgação

Carregador GaN de 67W da Xiaomi passa por certificação técnica na Alemanha

Peça materiais semicondutores de nitreto de gálio e deverá ser opcional para o Mi 11

O novo carregador de 67 W da Xiaomi com a tecnologia GaN (Gallium-Nitride) recebeu certificação técnica da empresa alemã TUV Rheinland. O dispositivo deverá ser oferecido como opcional para quem comprar o celular Mi 11, e utiliza como base materiais semicondutores compostos de nitreto de gálio (daí o nome GaN).

05/02/2021 às 10:48
Notícia

Xiaomi mostra celular com tela curvada dos quatro lados em no...

Laterais do aparelho são praticamente só tela, sem botões ou conexões

Ele chega como o sucessor de um outro carregador GaN da Xiaomi, que foi lançado no ano passado e trazia potência de 65 W. O seu antecessor era bem compacto, cabendo na palma da mão do usuário. Ele era pensado principalmente para dispositivos com conector USB Tipo-C.

O novo carregador Xiaomi GaN se destaca por trazer um leve aumento na energia que oferece para o celular. Ele atinge uma tensão de 11 V com uma corrente de 6,1 A, para um total de 67,1 W de potência.

De acordo com o documento de certificação, o Xiaomi GaN terá como códigos de modelo MDY-12-EU ou MDY-12-ET. As letras "MDY" indicam que se trata de um carregador que será enviado junto com celulares, dentro da sua caixinha.

Como aponta o site Gizmo China, esse não é o carregador mais rápido já lançado pela Xiaomi. A empresa já chegou a lançar modelos com 120 W de potência. Mas é possível que ele se torne o novo padrão para celulares intermediários da fabricante chinesa.

Continua após a publicidade

A certificação por parte da TUV Rheinland faz aumentar a expectativa de que o carregador Xiaomi GaN será lançado nas próximas semanas ou até mesmo daqui a alguns dias. Especula-se que a empresa também estaria preparando o anúncio de um novo dispositivo intermediário que já viria com esse carregador.

O uso de componentes baseados em nitreto de gálio é que eles possuem maior conectividade térmica e melhor resistência a altas temperaturas. Eles também são mais resistentes contra ácidos e compostos alcalinos. Por fim, permitem que os celulares tenham um tamanho reduzido.

A Xiaomi também já havia lançado um outro carregador GaN com 55 W de potência. Ele era compatível com o Mi 11 (55 W), com o Mi 10 (30 W), com o Redmi K30 Pro (33 W) e com o Redmi K50 5G (30 W), entre outros.

Via: Gizmo China, GSMArena
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.