Galaxy S21 Ultra: variante com Exynos 2100 vai melhor em teste de CPU e bateria
Créditos: Samsung

Galaxy S21 Ultra: variante com Exynos 2100 vai melhor em teste de CPU e bateria

No entanto, outros testes indicam vantagem do modelo com Snapdragon 888

A Samsung apresentou o Galaxy S21 Ultra em janeiro deste ano e agora começam a surgir os primeiros testes de desempenho do celular. Os benchmarks focam na diferença entre os processadores Snapdragon 888 e Exynos 2100, chips diferentes, com desempenho diferente e que são fornecidos no mesmo aparelho pelo mesmo preço em mercados variados ao redor do mundo. Neste ano, de acordo com os testes, a variante com Exynos pode acabar em vantagem em ao menos dois quesitos.

O site Android Authority compartilhou seus gráficos de testes com as duas versões, benchmarks que indicam o desempenho em situações variadas. Entre os testes rodados podemos mencionar o de CPU no GeekBench 5, GPU no 3DMark, Sistema no AnTuTu. Também há teste de desempenho misto e de bateria.

Na imagem abaixo é possível ver que a variante com Exynos 2100 se sai melhor no teste de CPU, com uma diferença não muito grande.

Exynos 2100: Multi-core: 3,620 | Single-core: 1,109.
Snapdragon 888: Multi-core 3,363 | Single-core 1098.

Assim como no teste de CPU acima, houve uma diferença no teste envolvendo a GPU, com o Exynos 2100 ficando atrás por uma margem também pequena. Confira na imagem abaixo.

No teste de desempenho de sistema do AnTuTu foi onde aconteceu a maior diferença, foi tanta que há especulação de que os números sejam de antes de uma atualização de sistema da versão com Exynos.

Continua após a publicidade

Android Authority tem uma metodologia de teste que reúne a pontuação geral de outros testes confiáveis para formar um gráfico que nos ajuda a visualizar como o dispositivo se sai de maneira geral. Veja abaixo:

Já no teste de bateria, vemos vantagem de 26 minutos de diferença para o Exynos 2100.

A diferença em segundos acaba não sendo gritante nos testes, mas não pode ser ignorada. O Exynos demora cerca de um segundo a menos para completar o teste de CPU e até oito segundos a menos para finalizar o teste de GPU. Sendo assim, no teste combinado a vantagem acaba sendo da variante da Qualcomm.

User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

Celular GAMER barato? Testamos o Black Shark 4, o custo-benefício da Xiaomi

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.