Xiaomi processa governo dos EUA para tentar sair da sua lista de restrições
Créditos: Engadget

Xiaomi processa governo dos EUA para tentar sair da sua lista de restrições

Empresa diz que acusações do departamento de defesa são "factualmente incorretas"

A Xiaomi anunciou hoje, dia 31 de janeiro, que entrou com um processo contra o Departamento de Defesa e Tesouro do governo dos Estados Unidos para que a empresa seja imediatamente removida da lista de restrições a investimentos no país. A ação não vem de maneira inesperada, uma vez que em 15 de janeiro, quando foi anunciada a entrada da Xiaomi na lista, a empresa já mencionou que não descumpriu nenhuma lei.

O Departamento de Defesa dos EUA acusou a Xiaomi de ser uma "companhia militar comunista chinesa" em seu comunicado para adicioná-la à lista de restrições. A empresa diz que isso é simplesmente "factualmente incorreto", então começou o processo no distrito de Columbia para que a decisão seja declarada ilegal e possa ser revertida. A empresa divulgou o documento de seu processo onde num trecho faz a seguinte declaração:

O fato da Xiaomi estar divulgando o processo e suas etapas em seu blog oficial é um sinal claro de que a empresa espera apoio do público.

15/01/2021 às 11:15
Notícia

Xiaomi é adicionada na lista de restrição e não pode mais rec...

Nova ordem imposta na manhã de sexta-feira limite investimentos de empresas estadunidenses

Além do processo, a Xiaomi também escreveu para a nova administração dos EUA, enviando uma carta ao secretário de defesa Lloyd Austin, indicado pelo governo Biden. A carta pede também pela remoção da empresa da lista de restrições, dizendo que essa decisão vai lhe causar "danos imediatos e irreparáveis".

Vale lembrar que a lista de restrições onde a Xiaomi foi colocada é diferente do banimento sendo enfrentado pela Huawei, e um pouco menos agressiva. A Huawei foi impedida de negociar com qualquer companhia dos EUA ou com empresas que usem tecnologias de origem no país. A Xiaomi foi impedida de receber investimentos vindos de empresas norte-americanas, o que também é danoso, mas não lhe impede de negociar tecnologias necessárias para a fabricação de seus produtos.

Via: Android Authority Fonte: Xiaomi
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

ONEPLUS NORD N10 5G! TELA 90Hz, CÂMERA de 64MP e MAIS

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.