Preços de produtos importados da China devem aumentar após encarecimento do frete
Créditos: PXHere

Preços de produtos importados da China devem aumentar após encarecimento do frete

Transporte de contêineres do país asiático estão mais caros do que nunca

O custo do frete marítimo entre Brasil e China atingiu uma alta histórica, e isso deve se refletir nos preços dos produtos importados vendidos aqui no país. O valor cobrado pelas importações está crescendo desde outubro de 2020, mas neste mês de janeiro chegou a US$ 10.000 (R$ 54.622 em conversão direta) por TEU (unidade equivalente a 20 pés, medida padrão de contêineres).

10/12/2019 às 16:18
Notícia

Coolest Cooler está encerrando as suas atividades ainda deven...

O cooler com liquidificador é o segundo maior projeto do crowdfunding Kickstarter

Para base de comparação, o custo de enviar um produto da China para o Brasil estava na faixa de US$ 2.000 (R$ 10.924) por TEU em janeiro de 2020. Hoje, até mesmo rotas da Ásia para a Europa ou para os EUA – que normalmente saem mais baratas – já estão atingindo US$ 4.000 (R$ 21.848) por TEU.

Essa escalada no preço do frete começou com a retomada da economia global após as medidas de restrição para prevenção contra a COVID-19. A maior movimentação do comércio mundial veio acompanhada de uma procura acentuada por produtos chineses, o que também contribuiu para esse maior custo no frete.

Em grupos do Facebook, lojistas já estão demonstrando sua preocupação com o aumento, que deverá começar a ser percebido no mercado brasileiro a partir de março. Afinal, leva cerca de 60 dias para um navio sair da China com os produtos e chegar até os portos brasileiros. Depois disso, é esperado um período entre duas e quatro semanas para as autoridades portuárias liberarem as mercadorias.


Fonte: Razer

Existe uma expectativa de que pequenas e médias empresas sejam afetadas pela alta dos preços. No caso de marcas menores, é possível que sejam cobrados valores entre 25% e até 50% maiores pelos seus produtos. Ou até mesmo que eles sejam retirados do mercado de uma vez.

No caso do mercado brasileiro, há ainda a preocupação de que os impostos só são calculados após a adição do valor do frete. Assim sendo, pode ocorrer um efeito "bola de neve", onde os custos de importação aumentam exponencialmente.

Continua após a publicidade

Entre março de julho de 2020, 23 viagens de navios vindos da China ao Brasil foram canceladas. Isso fez com que o país ficasse cinco semanas sem importações de contêineres. Quando as importações voltaram a acontecer, Europa e EUA estavam retomando suas atividades econômicas, o que resultou numa disputa acirrada pela contratação de navios para frete.

Para combater o gargalo criado por essa situação, a rota Xangai-Santos teve a sua capacidade ampliada em 14%. Só que esse incremento não foi suficiente para atender a demanda e os preços subiram. E, até agora, não há previsão para quando esses valores irão cair.

Via: Portos e Navios Fonte: Adrenaline
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.