Câmera da sonda Solar Orbiter filma Terra, Vênus e Marte
Créditos: Reprodução/Agência Espacial Europeia

Câmera da sonda Solar Orbiter filma Terra, Vênus e Marte

Vídeo foi gravado originalmente em 18 de novembro de 2020 pela câmera Heliospheric Imager (SoloHI) a bordo da sonda

A Agência Espacial Europeia (ESA) divulgou recentemente um vídeo gravado originalmente em 18 de novembro de 2020 pela câmera Heliospheric Imager (SoloHI) a bordo da sonda Solar Orbiter da ESA/NASA. No vídeo é possível ver três planetas do nosso sistema solar: Terra, Marte e Vênus.

01/12/2020 às 16:43
Notícia

Sonda chinesa Chang'e-5 pousa na Lua com sucesso para r...

A China deve ser a terceira nação a recolher amostras lunares se a missão der certo

Os três planetas estão visíveis no vídeo e também estão identificados na imagem abaixo: Vênus à esquerda, Terra no meio e Marte à direita. As estrelas são visíveis ao fundo, aparentando se mover na gravação da sonda Solar Orbiter enquanto a espaçonave viaja ao redor do Sol. Os planetas também podem ser vistos se movendo ligeiramente no campo de visão da câmera SoloHI, mas seus movimentos aparentes são diferentes por causa de seus movimentos orbitais individuais ao redor do Sol.

O planeta Vênus aparece como o objeto mais brilhante no vídeo e na imagem, estando localizado a cerca de 48 milhões de quilômetros da sonda Solar Orbiter quando a gravação foi feita. Já a distância da sonda até a Terra era de 251 milhões de quilômetros e a distância até Marte era de 332 milhões de quilômetros. O Sol está localizado à direita, mas não pode ser visto por estar fora do enquadramento no momento da gravação.

Câmera da sonda Solar Orbiter filma Terra, Vênus e Marte
Reprodução/Solar Orbiter/SoloHI Team/ESA/NASA/U.S. Naval Research Laboratory

No momento da gravação, a sonda Solar Orbiter estava a caminho de Vênus para realizar sua primeira manobra de sobrevoo auxiliada pela gravidade do planeta. Esta manobra foi realizada com sucesso no dia 27 de dezembro de 2020. Outras manobras de sobrevoo com a ajuda da gravidade da Terra e de Marte ajudarão a sonda a se aproximar mais do Sol e ajustar sua órbita para que ela possa observar nossa estrela a partir de diferentes perspectivas.

A sonda Solar Orbiter é o laboratório científico mais complexo já construído para estudar o Sol e o vento solar. Ela pode capturar imagens de nossa estrela bem mais de perto do que qualquer outra sonda ou nave espacial lançada anteriormente.

Durante a fase atual da missão, que durará até novembro de 2021, a Solar Orbiter vem coletando dados constantemente com seus quatro instrumentos principais: EPD (Detector de partículas energéticas), MAG (Magnetômetro), RPW (Detector de ondas de rádio e plasma) e SWA (Analisador de plasma de vento solar). Esses instrumentos medem as condições ao redor da própria espaçonave.

Continua após a publicidade


Reprodução/Agência Espacial Europeia
(Clique na imagem para ampliá-la)

Já a câmera SoloHI é um dos seis instrumentos de sensoriamento remoto a bordo da sonda. Durante esta fase os instrumentos de sensoriamento são calibrados durante períodos específicos ou ficam desligados quando não estão em uso. A câmera SoloHI tira fotos do vento solar – o fluxo de partículas carregadas constantemente liberadas pelo Sol no espaço sideral – capturando a luz espalhada por elétrons ao vento.

Confira abaixo o vídeo gravado pela câmera SoloHI a bordo da sonda Solar Orbiter mostrando a Terra, Vênus e Marte:

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Agência Espacial Europeia (ESA)
User img

Fabio Rosolen

Unboxing do XIAOMI 11T: câmera de 108MP, ótima tela, carregamento rápido e preço justo

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.