Associação de empresas pressiona EUA para retirar restrições impostas à China
Créditos: O Globo

Associação de empresas pressiona EUA para retirar restrições impostas à China

A Semiconductor Industry Association (SEMI) manifestou preocupação com os prejuízos que companhias americanas devem sofrer

Uma organização americana da indústria de semicondutores, de nome Semiconductor Industry Association (SEMI) solicitou que o Departamento de Comércio dos Estados Unidos revogue as restrições de exportação impostas à China ao longo de 2020.

16/01/2021 às 20:37
Notícia

Governo brasileiro não deve mais banir a Huawei do leilão do ...

As informações foram obtidas exclusivamente pelo jornal Estado de S. Paulo

Dentre as empresas que fazem parte da SEMI, é possível citar Broadcom, Intel, Micron Technology, NXP Semiconductors e Samsung Electronics.

Os principais argumentos da Associação são os de que a implementação das medidas restritivas foi realizada sem considerar a participação popular e manter a situação atual prejudicará as empresas americanas a longo prazo, uma vez que devem ser ultrapassadas na competitividade global.

O CEO da SEMI, Ajit Manocha, enviou uma carta ao Departamento de Comércio na qual demanda a revisão das regras que impedem as empresas de fornecer chipsets feitos com tecnologia americana para a Huawei.


Daily Times/Reprodução

Manocha também pleiteou que houvesse mais velocidade nos processos de pedidos de licenças comerciais. De acordo com ele, o procedimento atual se trata de uma “negação de fato” e cria incertezas sobre o mercado, o que faz com que as empresas desistam de utilizar tecnologia dos Estados Unidos.

Outra crítica na carta foi direcionada ao ex-administrador do ex-presidente Donald Trump, por usar um “processo altamente incomum" para implementar "controles unilaterais ambíguos em itens relacionados a semicondutores”.

Continua após a publicidade


GizmoChina/Reprodução

O CEO ainda pede que as políticas comerciais adotem uma abordagem multinacional, a fim de garantir um “campo de jogo nivelado”.

Manocha levantou outro aspecto na carta que é alvo de constante discussão: as restrições impostas pelo governo prejudicam as empresas americanas e podem “sufocar a inovação nos Estados Unidos”.

As medidas também configuram um motivo para que as companhias dos EUA sejam forçadas a reduzir os orçamentos de P&D e transferir a produção e a atividade de pesquisa para o exterior.

Fonte: GizmoChina
User img

Iraci Falavina

Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Iraci é apaixonada por games,principalmente se tiverem uma boa história. Também se interessa por animes e cinema e não recusa uma boa xícara de chá. Editora-chefe do programa de jogos do curso, o Insira a Ficha.

Hands-on do Moto G60: câmera de 108MP, tela de 120Hz e bateria de 6.000 mAh são os destaques

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.