Executivo da Canon prevê menos de 10 milhões de câmeras vendidas no futuro
Créditos: Expert Reviews

Executivo da Canon prevê menos de 10 milhões de câmeras vendidas no futuro

Representante da empresa fala do impacto do COVID-19 em entrevista

Atualmente a maioria das pessoas anda constantemente com uma câmera portátil e bastante competente no bolso. É claro que as grandes fabricantes de modelos tradicionais de câmeras já previa as quedas em suas vendas com o advento dos celulares, que contam com módulos cada vez melhores para a fotografia, mas a pandemia do COVID-19 foi um golpe extra na já sofrida indústria. Um representante da Canon concedeu recentemente uma entrevista para a mídia japonesa, onde ele previu um futuro sombrio para seu segmento de mercado: um futuro em que menos de 10 milhões de câmeras serão vendidas mundialmente.

O gráfico acima já deixa clara essa tendência. Somando os envios de produtos da Canon, Casio, Kodak, Olympus, Sony, Nikon e algumas outras, tínhamos uma venda de mais de 120 milhões de unidades ao redor do mundo em 2010. O número caiu um pouco em 2011, mais em 2012 e teve uma queda vertiginosa em 2013. A partir daí as vendas foram só diminuindo a cada ano subsequente até chegar em apenas 15,2 milhões de unidades vendidas em 2019. Isso representa uma queda de 87% no volume em relação a 2010.

E a tendência é piorar. O mercado de 2019, que já tinha um oitavo do de 2010 é justamente o contexto em que o COVID-19 apareceu e reduziu ainda mais as vendas. Takeshi Tokura, o executivo de alto escalão que concedeu a entrevista, comentou que "foi uma queda bem acentuada, e as vendas e atividades de compra pararam, agora as vendas estão chegando ao fundo."

Algo interessante de se notar no gráfico é como as vendas de câmeras SLR caíram muito mais do que modelos mirrorless. A maioria das fabricantes - incluindo a Canon - tem se voltado mais para esse formato porque ele tem resistido melhor à opressão da ascensão dos smartphones. Dá pra notar a diferença mesmo olhando apenas as barras coloridas, mas colocando em números, a taxa de queda de produtos mirrorless com a pandemia foi de 30%, o que é um número bem grande, mas consideravelmente menor que a queda de modelos SLR, que tiveram suas vendas reduzidas pela metade em 2020.

Fonte: PhotoRumors
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Zenfone 8: o menor topo de linha de 2021? Tela de 5.9" e Snapdragon 888

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.