RS pode ter sistema de cápsulas que alcança 1.2000km/h - capital a serra em 15 minutos
Créditos: Divulgação/HyperloopTT

RS pode ter sistema de cápsulas que alcança 1.2000km/h - capital a serra em 15 minutos

Colaboração entre UFRGS, empresa privada e governo devem implementar sistema ferroviário

Leitura Rápida

  • O governo do Rio Grande do Sul, junto com a UFRGS e HyperlooopTT assinaram um acordo para o primeiro sistema de cápsulas de alta velocidade da América Latina
  • O projeto prevê ligar Porto Alegre até a Serra em 15 minutos
  • O sistema diz ser mais eficiente, seguro e confortável que aviões
  • Ainda não há uma data para a conclusão do projeto

O governo do Rio Grande do Sul acaba de confirmar um grande passo para o sistema de transporte do estado. Em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a empresa privada Hyperloop Transportation Technologies (HyperlooopTT), está sendo desenvolvido um sistema de transporte ferroviário por cápsulas de alta velocidade. 

Esse será o primeiro sistema desenvolvido em toda a América Latina. Esse meio de transporte já é conhecido em alguns países, como Estados Unidos, França, Alemanha, China, Coreia do Sul e outros. O acordo para o início do projeto foi assinado no dia 19 de janeiro de 2021.  

O sistema irá compreender a rota Porto Alegre - Serra. Ou seja, vai conseguir ligar pontos chave do estado de forma rápida e eficiente. O transporte por cápsulas consegue atingir 1,2 mil km/h. Isso significa que o percurso indicado vai poder ser feito em apenas 15 minutos

O hyperloop também promete ser mais seguro e rápido que aviões. "A tecnologia funciona como uma cápsula em um grande tubo a vácuo. É usada propulsão magnética para fazer a cápsula se movimentar, e ela acaba levitando. Sem atrito no movimento, ela atinge uma velocidade altíssima", informa a HyperlooopTT.

O grande benefício é que o serviço não é economicamente dependente do governo do estado. Além disso, é uma opção extremamente menos poluente ao ambiente ao longo prazo, comparado aos modelos atualmente usados no Brasil. “O estudo demonstrará que o sistema é sustentável do ponto de vista do investidor como do ponto de vista ambiental", afirma Dirk Alhborn, fundador e presidente da HyperloopTT.

Continua após a publicidade

Os primeiros passos para o andamento do projeto incluem um estudo de viabilidade. Nele será avaliado os aspectos estruturais e operacionais para a criação do sistema. Também será definido as localizações onde as grandes estruturas serão instaladas, além de possível restrições para o alinhamento do sistema. 

Depois de todo o estudo e projeto concluído, as primeiras obras devem começar. Ainda não há uma data para que a estrutura comece a ser montada, nem uma previsão final para a conclusão do projeto.

Via: AconteceGramado
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

DJI FPV Drone - Drone HÍBRIDO é VELOZ e FURIOSO, mas DOMÁVEL!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.