Agora é possível fazer produtos Apple M1 rodar Linux, mas com restrições
Créditos: Ventence (modificada)

Agora é possível fazer produtos Apple M1 rodar Linux, mas com restrições

Sistema operacional funciona, mas alguns recursos como o USB ficam de fora

Todo novo produto no mundo da tecnologia passa pelo tratamento de entusiastas que fazem suas modificações por inúmeros motivos, que vão de melhorias a apenas curiosidade - claro que com o primeiro processador feito pela própria Apple não seria nada diferente. Agora, depois de um tempo trabalhando com o M1, a Corellium, empresa especializada em Linux, anunciou que conseguiu levar uma versão do sistema operacional aberto a dispositivos com o novo processador.

Claro que o componente da Apple foi feito para rodar Mac OS, daí a dificuldade de fazer outro sistema operacional se comunicar bem com esse processador. Chris Wade, um dos executivos da Corellium, usou sua conta pessoal no Twitter para anunciar que já é possível fazer boot e usar Linux no Apple M1, mas existem ainda algumas limitações importantes. Ainda é uma experiência bem distante de um Mac OS e é voltada apenas para usuários mais entendidos do sistema e de programação.

No momento algumas conexões não são suportadas pelo sistema no M1, entre elas o USB. Isso significa que se você instala o Linux no seu dispositivo Apple M1 e usa o sistema, a porta USB não vai funcionar. Outra limitação estão nos gráficos do processador, que também não são suportados por essa primeira chegada do Linux ao novo componente. Pelo menos a conexão USB e o PCIe ("se o tempo permitir") serão adicionados na próxima atualização do port do sistema, segundo Wade.

Pode parecer estranho tanto trabalho para colocar um sistema operacional diferente num dispositivo Apple M1, até porque parte da experiência que usuários procuram quando compram um desses produtos está justamente no Mac OS. Mas, como já ficou claro, isso é feito mais com entusiastas em mente, os conhecidos "power users", que muitas vezes usam o dispositivo para trabalho. Programadores e criadores de software não raro precisam da opção de poder usar o Linux para seu trabalho, devido às limitações do Mac Os. 

Fonte: Tom's Hardware
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Análise do Samsung GALAXY S21 ULTRA: tela INCRÍVEL e câmeras para TODAS AS SITUAÇÕES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.