Japão investe em satélites de madeira para reduzir lixo espacial
Créditos: Sumitomo Forestry

Japão investe em satélites de madeira para reduzir lixo espacial

Nova tecnologia seria capaz de queimar na atmosfera terrestre sem soltar substâncias poluentes

A empresa japonesa Sumitomo Forestry está trabalhando em conjunto com a Universidade de Quioto para desenvolver os primeiros satélites de madeira do mundo. O objetivo dessa tecnologia é bastante simples, e envolve uma busca por reduzir a quantidade de lixo espacial presente na órbita terrestre.

11/12/2020 às 14:09
Notícia

Maior fabricante de lentes de contato do Japão vai produzir l...

A Menicon fechou uma parceria com a Mojo Vision recentemente

A expectativa das organizações é de que seja possível produzir os primeiros satélites feitos com o material em 2023. Para chegar lá, os cientistas vão realizar experimentos com diferentes tipos de madeira em ambientes que ofereçam condições extremas no planeta Terra.

Como aponta o site da BBC, o lixo espacial está se tornando um problema cada vez maior, já que não param de ser lançados novos satélites para a atmosfera terrestre. Satélites com a nova tecnologia iriam queimar ao reentrar na atmosfera terrestre, evitando a liberação de substâncias poluentes no processo.


Fonte: Wikimedia Commons

Um dos pesquisadores envolvido nesse processo é o professor Takao Doi, astronauta japonês que visitou a Estação Especial em março de 2008. Ele foi a primeira pessoa a jogar um bumerangue no espaço – a peça havia sido customizada para uso em microgravidade.

"Estamos muito preocupados com o fato de que todos os satélites que reentram na atmosfera da Terra se queimam e criam pequenas partículas de alumínio que vão flutuar na parte superior da atmosfera terrestre por muitos anos. Eventualmente, isso vai afetar o ambiente da Terra. O próximo estágio é desenvolver o modelo de engenharia do satélite, e então vamos fabricar o modelo de voo".
Takao Doi, professor da Universidade de Quioto e astronauta japonês

Enquanto isso, os representantes da Sumitomo Forestry confirmaram que estão trabalhando para desenvolver um tipo de madeira que é extremamente resistente a mudanças de temperatura e à luz do Sol. A empresa faz parte do Sumitomo Group, que foi fundado há mais de 400 anos. No momento, eles classificam a madeira que estão usando como um "segredo de Pesquisa e Desenvolvimento".

Via: BBC
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.