Fabricantes de display AMOLED estão expandindo capacidade de produção
Créditos: Reprodução/Zoom

Fabricantes de display AMOLED estão expandindo capacidade de produção

Segundo um novo relatório, as companhias estão planejando novas fábricas

Leitura Rápida

  • Um novo relatório fala que fabricantes chinesas de displays AMOLED estão planejando expandir a produção
  • Várias companhias devem investir em novas fábricas e diferentes tecnologias
  • Isso acontece logo depois da política agressiva de mercado adotada pela Samsung Display
  • Nada ainda foi confirmado pelas companhias envolvidas no relatório

Um novo relatório do famoso site DigiTimes, que possui informações privilegiadas da indústria, as fabricantes de display AMOLED estão acelerando a expansão da capacidade total. Segundo o site, algumas empresas chinesas, como Visionox, BOE Technology e Tianma Microelectronics estão com projetos de aumento de produção, com a disponibilização de novas fábricas em andamento. 

Relatório DigiTimes

De acordo com o DigiTimes, as empresas estão com projetos para aumentar a produção final de telas AMOLED, que incluem uma linha 6G. Algumas tecnologias totalmente novas estão começando a aparecer. Um exemplo é um display AMOLED flexível 6G. Aparentemente, a fabricante responsável pela produção desse modelo será a China Star Optoelectronics Technology (CSOT).

Além das empresas já citadas, algumas outras também aparecem no relatório com intensão de arrecadação de fundos para a expansão dos negócios. Algumas delas são: Everdisplay Optronics e Royole. Ambas pretendem financiar seus próprios planos de expansão da produção total. 

Essa notícia chega logo depois da divisão de displays da Samsung adotar uma estratégia bastante agressiva na indústria. A companhia está oferecendo seus painéis AMOLED para smartphones com preços muito competitivos, o que abre vantagem entre os concorrentes. Para que as demais empresas consigam continuar firmes no mercado é preciso que adaptações sejam feitas. 

28/10/2020 às 10:53
Notícia

Samsung Display ganha licença para fornecer telas à Huawei

As empresas estavam impedidas de fornecer produtos e serviços à Huawei desde 15 de setembro

Para isso, oferecer mais produção, com tecnologias diferentes, pode ser uma boa opção adotada. Faz sentido que as concorrentes de painéis AMOLED estejam planejando a ampliação de seus negócios, para se manter competitivas. 

Durante todo 2020 a indústria foi marcada por falta de suprimentos, além de uma baixa produção. Parece que os painéis AMOLED vem na direção contrária desse cenário. Enquanto vários setores estão com dificuldades, as telas podem continuar com constante avanço de produção. 

Continua após a publicidade

Lembrando que esse é um relatório não oficial. A DigiTimes cita "fontes ligadas à indústria", mas não fala quais são. Portanto, pode ser que os planos das companhias sejam um pouco diferente do relatado. 

Via: GizmoChina Fonte: DigiTimes
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Análise do Samsung GALAXY S21 ULTRA: tela INCRÍVEL e câmeras para TODAS AS SITUAÇÕES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.