MediaTek supera Qualcomm e se torna líder na venda de processadores mobile
Créditos: Divulgação MediaTek

MediaTek supera Qualcomm e se torna líder na venda de processadores mobile

Segundo relatório, durante terceiro trimestre de 2020 mais de 100 milhões de celulares foram vendidos

Os smartphones se tornaram fundamentais durante 2020, apresentando um aumento da venda desses aparelhos, com isso empresas como a Qualcomm e a MediaTek tiveram um aumento expressivo nas vendas de chipset a partir da segunda metade do ano. Segundo o relatório da Counterpoint, foram vendidos mais de 100 milhões de smartphones no terceiro trimestre de 2020. Porém a surpresa vem na venda de processadores, com a MediaTek assumindo a liderança.

Pela primeira vez em sua história, MediaTek supera a Qualcomm como a maior vendedora de chipset para smartphones do mundo.

A empresa taiwanesa conseguiu ter uma participação de 31% do mercado global de chipset no último trimestre. Ela superou a Qualcomm em 2%, além de ter registrado um crescimento de 5% em seu comparativo anual, mas a MediaTek não liderou em todo o mercado.

Segundo o relatório, a empresa ainda não conseguiu superar a concorrência na venda de chipsets 5G. Mas a empresa pretende vir mais competitiva no segmento no ano que vem, esperando enviar um total de 500 milhões de chipsets 5G.


Créditos: Counterpoint

No relatório do mercado no segundo trimestre, a gigante taiwanesa vinha atrás da Qualcomm no segmento, com 26% da participação no mercado, contra 31% que a empresa norte-americana possuía.

Essa mudança aconteceu por uma procura maior em dispositivos mais baratos. Durante a pandemia os consumidores estão comprando menos modelos topos de linha, preferindo smartphones com preço entre US $ 100 a US $ 250, principalmente em mercados como da Índia e China.

Além dos 31% da MediaTek, a Qualcomm vem logo atrás na lista, sendo responsável por 29%. Além das duas empresas, o relatório também fala o mercado de outras gigantes, como a Apple, Samsung, HiSilicon e UNISOC, com as três primeiras possuindo uma participação de 12% e a UNISOC ficando com apenas 4% do mercado.

22/11/2020 às 13:49
Notícia

Vazamento compara chipset MT6893 da MediaTek ao Snapdragon 865

A lista do Geekbench sugere que o desempenho do MT6893 parece ser próximo ao Snapdragon 865 e melhor ...

Continua após a publicidade

Porém a HiSilicon, empresa da Huawei responsável pelos seus chips, permaneceu com os mesmo 12% do ano anterior, mas pode apresentar uma queda futura, devido às sanções impostas pelos Estados Unidos à empresa.

Um dos motivos para a mudança na liderança é a melhora na qualidade dos processadores de médio porte da MediaTek. Com isso a empresa conseguiu estar presente em mais modelos de smartphones, alimentando, por exemplo, 3x mais smartphones da Xiaomi do que no ano passado.

Essa maior confiança das fabricantes nos processadores da empresa rendeu frutos, a MediaTek foi escolhida para alimentar o Realme V3, os smartphones 5G mais barato do mundo, e o Realme 7 5G, o modelo 5G mais barato da Europa.

Porém mesmo com a pressão da Apple com a série 5G do iPhone 12 e da própria MediaTek, o relatório afirma que a Qualcomm tem potencial para voltar a liderar no quarto trimestre.

Via: Gizmochina Fonte: Counterpoint
User img

Willian Vieira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

MI 11 PRO e ULTRA! TUDO sobre os NOVOS celulares da XIAOMI

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.