Adobe Premiere Pro, Premiere Rush e Audition ganham suporte beta para Apple M1
Créditos: MacG

Adobe Premiere Pro, Premiere Rush e Audition ganham suporte beta para Apple M1

Adobe está testando versão nativa dos programas na nova plataforma da Apple

A Adobe anunciou nessa semana novas versões de testes (beta) de alguns de seus programas mais populares rodando de maneira nativa em dispositivos com o novo processador Apple M1. O Adobe Premiere Pro, Premiere Rush e Adobe Audition já podem ser testados em beta por desenvolvedores e até pelo público na nova plataforma da maçã, como no MacBook Air M1, ou no Mac Mini M1.

16/12/2020 às 22:23
Notícia

Novo MacBook Air M1 destrói o Windows Arm em novos benchmarks

A empresa vem surpreendendo bastante com desempenho do seu novo processador

O novo processador de fabricação própria da Apple foi recebido com elogios pelo público e mídia especializada, por oferecer uma evolução visível na performance dos dispositivos onde veio instalado. Mas nenhuma mudança tão grande no mundo da tecnologia viria de maneira tão simples. Com uma plataforma inédita fazendo sua estreia, é necessário que as produtoras de software preparem seus programas para rodar de maneira adequada no processador.

Para evitar problemas de compatibilidade e não deixar seus usuários na mão durante os primeiros meses de seus produtos com o M1, a Apple preparou o Rosetta 2, que é um recurso que "emula" os modelos padrão de Mac de antes. Ou seja, ele "engana" o programa para ele rodar como se estivesse num dos processadores Intel que a Apple usava antes.

A tecnologia tem resultados variados, mas mesmo na melhor das hipóteses não oferece uma experiência tão boa como o programa rodando diretamente no sistema - o que chamamos de rodar de maneira "nativa". A própria Adobe divulgou um gráfico mostrando a diferença de tempo para o Premiere Pro detectar uma edição de cena, comparando um MacBook Pro com processador Intel (barra cinza), o novo MacBook Pro M1 rodando o programa em Rosetta 2 (barra branca) e o MacBook Pro M1 rodando nativamente (barra azul). Os valores são tempo de detecção, então quanto menor a barra, melhor:

Os três programas com suporte nativo estão em beta, o que significa que estão em testes. Então usuários podem encontrar problemas, e a própria Adobe lista alguns deles que já são conhecidos. Abaixo, exemplos:

- Usar o seletor de ferramentas pela Touch Bar pode causar travamento
- O Premiere Pro pode travar na inicialização se o sistema estiver configurado para China
- Estimativa de tamanho do arquivo ao exportar pode ficar incorreta com uma grande diferença

Continua após a publicidade

No post do blog oficial da Adobe tem a lista completa de problemas e de recursos que não estão funcionando no beta dos programas. A empresa pretende entregar a versão finalizada dos três rodando nativamente no Apple M1 na primeira metade de 2021.

Fonte: Adobe
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Samsung GALAXY S21, S21 PLUS e S21 ULTRA lançados: confira os PRINCIPAIS DESTAQUES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.