DJI diz que vai continuar vendendo nos EUA "normalmente", mesmo sendo banida
Créditos: DJI-Store.it

DJI diz que vai continuar vendendo nos EUA "normalmente", mesmo sendo banida

No entanto, não ficam claros os planos da empresa pra renovar seus estoques

A DJI não está pronta para desistir de suas operações nos EUA, mesmo depois de ser adicionada à infame Lista de Entidades do país. A empresa respondeu a um pedido de posicionamento pelo site Tech Crunch, onde declarou que vai continuar vendendo seus produtos "normalmente" no país, mas não deixou muito claro como vai conseguir estender essas operações a longo prazo.

 A declaração da empresa é especialmente interessante porque levanta um questionamento: "como?". Entrar para a Lista de Entidades dos Estados Unidos significa que as empresas do país não podem mais fazer negócios com a companhia barrada. Isso significa que a DJI vai encontrar problemas não apenas para colocar seus drones nas lojas e revendas, mas até para conseguir componentes e tecnologias que tenham origem na terra do Tio Sam.

Tudo isso foi mostrado muito bem pelo exemplo da Huawei, que estava seguindo um sucesso exponencial ano após ano até levar um golpe quase fatal quando foi colocada na mesma lista.

18/12/2020 às 16:38
Notícia

DJI, assim como Huawei, entra na lista negra dos EUA

Principal acusação envolve "violações dos direitos humanos", segundo o Departamento de Comé...

A diferença é que a Huawei foi adicionada com a acusação de que poderia usar suas tecnologias para invadir a privacidade de cidadãos dos EUA, enquanto a DJI está sendo acusada de violação dos direitos humanos. A fabricante de drones, segundo acusação do Departamento de Comércio, teria usado seus produtos para vigilância e coleta de dados de maneira abusiva, e facilitaram a exportação de itens da China que ajudariam em um regime repressivo.

Continua após a publicidade

Especulando, talvez o plano da DJI tenha mais a ver com esperar do que efetivamente fazer algo. O governo dos EUA está passando por uma importante transição, que vai trocar o presidente e, possivelmente, muitos posicionamentos de sua política externa. Levando-se em conta que foi justamente ao longo do último governo que se intensificaram as represálias contra empresas chinesas, muitos analistas esperam que isso mude com a nova gestão.

Fonte: Tech Crunch
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

MI 11 PRO e ULTRA! TUDO sobre os NOVOS celulares da XIAOMI

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.