Correios investe R$14 milhões em Raio X para entrada de objetos internacionais no país
Créditos: Divulgação | Correios

Correios investe R$14 milhões em Raio X para entrada de objetos internacionais no país

59 máquinas que serão distribuídas entre São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba

Durante a pandemia, um setor do comércio que cresceu de forma notável foi o das compras online - especialmente as compras em sites internacionais. O recebimento desses produtos e sua entrega na grande maioria é realizada através do serviço dos Correios e, devido a isso, a companhia investiu cerca de R$ 14 milhões na sua estrutura para garantir mais segurança no processo de entrada desses objetos internacionais.

11/12/2020 às 11:58
Notícia

Amazon logistics chega ao Brasil para concorrer com correios ...

A companhia irá contratar pequenas empresas para realizar as entregas

No total, foram adquiridas 59 novos equipamentos de raio X. Quando as encomendas do exterior chegam aos Correios, os objetos são direcionados a um dos Centros de Tratamento Internacionais (CEINTs), situados no ambiente aeroportuário de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Os primeiros aparelhos já foram instalados, no último mês, nos CEINTs do Rio de Janeiro (RJ) e de Valinhos, no interior de São Paulo.

Segundo publicação no blog oficial dos Correios, as novas máquinas permitem visualizar o que chega em 2D, o que evitará a entrada de itens perigosos e proibidos, como inflamáveis, drogas e armas. Além disso, será possível aumentar a capacidade de inspeção de encomendas em até quatro vezes.

Um segundo ponto importante é que, depois que o conteúdo do pacote for identificado, é possível ainda "combater a evasão de divisas". Esse controle aduaneiro tem como objetivo combater fraudes tributárias e desvios - isso realizado em parceria com a Receita Federal.

Continua após a publicidade

A partir daí, caso não seja encontrado nada de errado, a encomenda internacional segue o caminho padrão até o destinatário. Caso contrário, o pacote é separado para análise, que inclui o trabalho da Polícia Federal e pelos demais órgãos anuentes, ou seja, Anvisa, Exército e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 

Via: Correios
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

ANÁLISE: Drone DJI Mini 2 - 4K, até 31 minutos de voo e 10Km de distância, precisa mais?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.