Objeto não identificado passa próximo à Terra, mas não se preocupe com aliens ainda
Créditos: SETI

Objeto não identificado passa próximo à Terra, mas não se preocupe com aliens ainda

Nova passagem próxima de corpo misterioso permite descobrir o que ele era

No dia primeiro de dezembro, última terça-feira, um corpo celeste misterioso passou muito próximo de nosso planeta. Batizado de 2020 SO por astrônomos, o objeto ainda não tinha sido identificado, mas em sua trajetória espacial ele passou a "apenas" 50.863 quilômetros da Terra, o que é bem pouco para medidas espaciais.

Mas antes que você se preocupe com alienígenas, é importante ressaltar que essa explicação sempre foi a menos provável na lista de coisas que o objeto pode ser. Num primeiro momento pensava-se que o 2020 SO poderia ser um asteroide esquisito, mas sua velocidade e órbita não fazem muito sentido. Uma outra explicação surgiu depois e tem sido considerada mais válida: possivelmente um pedaço de foguete da NASA.

A hipótese veio de Paul Chodas, o diretor do Centro para Estudos de Objetos Próximos à Terra (CNEOS - sigla em inglês) da NASA. Ele concluiu que o objeto já passou perto da Terra algumas outras vezes ao longo das últimas décadas e, levando em conta seu tamanho, trajetória e momento da descoberta, estima que se trata de um impulsionador do Centaur, foguete lançado na missão Surveyor 2, que ia para a lua em 20 de setembro de 1966, mas foi mal sucedida.

"Uma das possíveis trajetórias para o 2020 SO levou o objeto para bem perto da Terra e da Lua no fim de setembro de 1966. Foi como um momento 'eureka' quando uma rápida conferida nas datas de lançamento para missões lunares mostrou uma que combina com a missão Surveyor 2."

O argumento de que o 2020 SO não é de origem natural é suportado principalmente por sua velocidade relativamente pequena e o plano em que orbita.

27/11/2020 às 20:48
Notícia

Objeto no deserto de Utah gera teorias de ser obra de aliens ...

Monólito metálico lembra 2001: Uma Odisseia no Espaço, filme e Stanley Kubrick

A passagem bastante próxima do objeto no dia primeiro deste mês permitiu uma observação melhor e a obtenção de novos dados que levaram, enfim, a uma conclusão: é mesmo um pedaço de foguete.

Cálculos dos astrônomos indicam que o objeto misterioso vai continuar orbitando nosso planeta como se fosse um satélite temporário pelo menos até março de 2021. Nesse momento ele deve conseguir escapar para uma nova órbita em torno do sol.

Continua após a publicidade

 

Fonte: NewsWeek, CanalTech
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

ANÁLISE: Drone DJI Mini 2 - 4K, até 31 minutos de voo e 10Km de distância, precisa mais?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.