Google anuncia extensão do suporte do Chrome ao Windows 7 até 2022
Créditos: Reprodução/Engadget

Google anuncia extensão do suporte do Chrome ao Windows 7 até 2022

Segundo a empresa, 22% das empresas ainda utilizam o Windows 7 em suas máquinas

No começo desse ano, a Microsoft encerrou de forma oficial o suporte ao Windows 7, deixando de oferecer atualizações de recursos e principalmente ligados a segurança do sistema operacional, tornando praticamente obrigatório a atualização para o Windows 10.

Com essa notícia, a Google havia confirmado na época que encerraria o suporte do Chrome para o Windows 7 no dia 15 de julho de 2021, deixando de levar as atualizações e novidades do seu navegador para o sistema. Porém, no último dia 20, a gigante das buscas anunciou algumas mudanças no planejamento desse suporte.

A Google confirmou que estará estendendo o suporte ao Chrome por mais seis meses em relação ao anúncio original, passando a levar as atualizações do navegador ao Windows 7 até o dia 15 de janeiro de 2022.

Segundo a empresa, essa decisão veio após ter coletado diversos feedbacks de alguns de seus clientes empresariais, onde em pesquisa feita pela própria Google, foi verificado que 23% das empresas deixaram "em segundo plano" a atualização de seus computadores para o Windows 10 para focar em outras necessidades de suporte de TI e rede. 

Nossa esperança é que essa extensão forneça aos nossos clientes corporativos a flexibilidade que precisam para continuar a dar suporte à sua força de trabalho, enquanto deixam o Windows 7 conforme sua situação permitir

 

Por conta da atual situação da pandemia do coronavírus, muitas empresas acabaram adotando o esquema de home office para seus funcionários, assim, focando seus investimentos em melhorias na infraestrutura de rede e nas máquinas. Com essa extensão de suporte, a Google continuará a atualizar o Chrome em sua versão para Windows 7 com novidades e updates de segurança.

Entretanto, parece que a Google está planejando estender ainda mais esse suporte. Na nota, Max Christoff, diretor de engenharia do Chrome, disse que a empresa "continuará avaliando as condições que nossos clientes empresariais estão enfrentando e comunicará quaisquer mudanças adicionais no futuro".

Continua após a publicidade

Fonte: WCCFTech, 9to5Google, Google Cloud
User img

Pedro Henrique

MI 11 PRO e ULTRA! TUDO sobre os NOVOS celulares da XIAOMI

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.