China será o terceiro país do mundo a coletar amostras de solo da Lua
Créditos: Divulgação/China Aerospace Science and Technology Corporation

China será o terceiro país do mundo a coletar amostras de solo da Lua

A expedição conta com a sonda Chang'e-5 que já está pronta para ser enviada ao espaço

Leitura Rápida

  • A China anunciou que está pronta para lançar a sua sonda Chang'e-5 para a Lua
  • Se tudo correr conforme o previsto, este será o terceiro do país do mundo a coletar amostras da Lua
  • A nave não é tripulada e toda a missão será controlada remotamente
  • Desde 1970 amostras da Lua não são coletadas

A China anunciou que está pronta para lançar a sua sonda Chang'e-5 para a lua. Essa espaçonave não será tripulada e seu objetivo é coletar amostras do solo, que serão estudadas na Terra. Essa será a primeira expedição que irá trazer amostras do satélite natural da Terra desde a década de 1970.

O nome da sonda, Chang'e-5, foi dada em homenagem a uma antiga mitologia chinesa. Esse era o nome da deusa da Lua. Segundo a agência chinesa, a missão está pronta para acontecer na semana do dia 23 de novembro de 2020. Ainda não está definido em qual dia exatamente.

03/01/2019 às 09:44
Notícia

Sonda chinesa faz o 1º pouso da história no "outro lado ...

A confirmação aconteceu às 2h da manhã pela rede de TV estatal da China

Se tudo ocorrer conforme o planejado, a China será o terceiro país do mundo a explorar o solo lunar, coletando amostras. O primeiro foi os Estados Unidos - com a missão Apollo, que levou os primeiros homens à Lua -, o segundo a União Soviética. Além desses países, a Índia e o Japão também já lançaram missões para a Lua, mas não fizeram nenhum tipo de coleta. 

A última vez que naves construídas por humanos pousaram na Lua, a fim de trazer amostras, foi em 1970. A última expedição foi a Luna 24, que também tinha o objetivo de coletar amostras de solo para estudo. Ao todo, foram trazidos 170,1 gramas de rochas para a Terra, em 1976. Essas rochas foram estudadas pelos cientistas da União Soviética. Os Estados Unidos trouxeram 382kg de rochas. O objetivo da sonda chinesa é coletar 2kg. 

A sonda chinesa deve trazer 2kg de rochas lunares para a Terra

 

O pouso da Chang'e-5 será em uma planície ainda não visitada. A localização escolhida pela China foi em uma planície de lava maciça, que é chamada de Oceanus Procellarum ou, em tradução direta para o português, "Oceano de Tempestades". Assim, será possível comparar com a composição das rochas já conhecidas, que já foram trazidas para a Terra. Além disso, poder fazer novas descobertas. 

Continua após a publicidade

Ainda não está confirmado qual será o dia exato de envio da Chang'e-5. Apesar disso, já se sabe que será ao longo desta semana do dia 23. É possível que os cientistas estejam estudando o dia com as melhores condições climáticas para fazer o envio de sua espaçonave. 

Via: R7
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Análise do Samsung GALAXY S21 ULTRA: tela INCRÍVEL e câmeras para TODAS AS SITUAÇÕES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.