Primeira desmontagem do Mac Mini com M1 mostra que memória não pode ser trocada
Créditos: Brandon Geekabit

Primeira desmontagem do Mac Mini com M1 mostra que memória não pode ser trocada

Componentes soldados ajudam a ocupar menos espaço, então mini-PC poderia até ser menor

O Mac Mini deste ano, assim como os MacBook Air e MacBook Pro, vem equipado com o processador M1, de fabricação da própria Apple. Claro que, com isso, são levantadas muitas curiosidades sobre os produtos, inclusive - talvez principalmente - como eles ficaram por dentro. Para sanar essa dúvida, temos um dos primeiros vídeos de desmontagem de um M1 Mac Mini, no canal de Brandon Geekabit, no YouTube:

Ver o produto sendo desmontado destaca alguns detalhes interessantes que o diferenciam da geração passada. E nem todos são, necessariamente, vantagens.

Para começar, o Mac Mini com M1 não tem mais suas duas conexões USB-C compatíveis com Thunderbolt, e o pequeno computador não pode ter sua capacidade de memória melhorada. Tanto a memória RAM como o drive de armazenamento estão soldados aos componentes e não podem ser trocados dentro do suporte oficial do produto.

Esse formato diferente de instalação dos componentes internos poderia trazer, no entanto, uma melhoria que acabou não sendo aproveitada: dava pra o Mac Mini ter sido "mais mini" ainda. A integração do hardware acaba oferecendo mais espaço dentro do computador, com o pessoal do 9to5Mac relatando que a nova placa-mãe ocupa de 30% a 40% menos espaço interno. Isso possibilitaria reduzir ainda mais o corpo do Mac Mini, mas a Apple optou por não fazer isso.

10/11/2020 às 22:21
Notícia

Apple anuncia novo Mac Mini com chip M1 por US$ 699

O desktop possui duas versões com armazenamento em SSD, com as opções de 256 GB e 512 GB

A decisão pode ter sido tomada para oferecer mais espaço para circulação interna do ar e menos aquecimento, ou pra garantir a possibilidade de fazer uma versão revisada do Mac Mini mais tarde, ainda menor, e lançar o produto como grande novidade.

Seja qual for a estratégia da Apple, a mudança para seu novo processador M1 tem sido bem recebida por entusiastas e consumidores. Apesar das novas limitações de upgrade, a experiência de usar os produtos com recém-lançados tem sido muito elogiada, não só na performance, mas também na eficiência energética, oferecendo mais tempo longe da tomada para os MacBook Air e MacBook Pro.

Via: 9to5Mac Fonte: Brandon Geekabit
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

BLACK FRIDAY: DICAS para COMPRAR uma SMART TV!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.