Virgin Hyperloop faz primeira viagem de testes com passageiros no seu trem ultraveloz
Créditos: Divulgação Virgin Hyperloop

Virgin Hyperloop faz primeira viagem de testes com passageiros no seu trem ultraveloz

Empresa começou fase de testes para conseguir, até 2025, certificados de segurança para começar viagens comerciais

A americana Virgin Hyperloop realizou neste domingo, dia 08 de novembro, o primeiro teste com passageiros com seu trem ultrarrápido. Os testes realizados em Las Vegas foram realizados para comprovar a segurança das cápsulas de alta velocidade dos novos modelos de trens.

Os passageiros para o primeiro teste foram o diretor de tecnologia e cofundador da empresa, Josh Giegel, e a chefe de experiência de passageiros, Sara Luchian. Após os passageiros prenderem os cintos, o pod hyperloop Pegasus, nome dado pela empresa para seu sistema de transporte, foi transferido para uma câmera de descompressão, que removia o ar de dentro do tubo de vácuo.

Após isso o pod acelerou até alcançar 172 km/h na pista de testes da empresa, apelidada de DevLoop, sendo rapidamente desacelerado para o final dos testes.

O novo modelo de trem proposto pela Virgin Hyperloop usa uma levitação magnética para permitir uma viagem quase silenciosa para os usuários. As velocidades atingidas por esse trem é capaz de realizar uma viagem de Nova York até Washington em apenas 30 minutos, duas vezes mais rápido que um avião comercial e quatro vezes mais rápido que um trem. 

17/12/2019 às 17:58
Notícia

Primeiro Hyperloop em funcionamento no mundo deverá custar US...

Estudos apontam que o projeto ficará pronto após 2023

Outro ponto importantíssimo é o ambiental, as viagens ultra rápidas desses veículos não emitem carbono.

A velocidade de 172 km/h é muito baixa se comparada às mais de 1000 km/h que esse tipo de veículo pode alcançar. Para alcançar essa velocidade esse modelo de trem recria as mesmas condições encontradas pelotas aviões durante o voo.

Continua após a publicidade

Assim os vagões do trem viajaram em um tubo de baixa pressão atmosférica, sendo mantidos por um sistema magnético dentro dos dos tubos.

Antes do teste com passageiros o Pegasus realizou mais de 400 testes sem usuários, para garantir um funcionamento perfeito do modelo.

Apesar da Sara Luchian ter relatado a BBC uma viagem tranquila e sem desconforto no teste. Como informado pelo Exame, um pesquisador da Sweden’s Royal Institute of Technology afirma que uma velocidade do trem em sua velocidade máxima iria acabar se tornando uma chuva de vômito, além de ainda existir uma preocupação sobre a segurança do transporte nas velocidades extremas.


Créditos: Virgin Hyperloop

Agora a empresa se prepara para realizar mais testes para que, até 2025, o modelo receba os certificados de segurança, para que as viagens comerciais do Pegasus comecem oficialmente em 2030

Para realizar todos os testes que serão pedidos para o modelo, a Virgin Hyperloop escolheu o estado da Virgínia Ocidental para abrigar seu centro de certificação e testes que custará aproximadamente 500 milhões de dólares.

Via: Exame Fonte: Virgin Hyperloop
User img

Willian Vieira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

BLACK FRIDAY: DICAS para COMPRAR uma SMART TV!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.