Apple deverá bater recorde de vendas de MacBooks em 2021, avalia TrendForce
Créditos: Apple

Apple deverá bater recorde de vendas de MacBooks em 2021, avalia TrendForce

Novo processador Apple M1 deverá permitir que empresa envie mais notebooks aos lojistas

O ano de 2021 deverá ser de muito sucesso para a divisão de notebooks da Apple, com a expectativa de que a empresa vá bater o seu recorde de MacBooks vendidos no período de 12 meses. Quem fez essa previsão foi a firma especializada em análise de mercado, TrendForce, que estima o envio de 17,1 milhão de unidades do aparelho premium para os lojistas.

Um dos principais responsáveis pelo aumento nesse número é o novo processador Apple M1, que deverá passar a ser incluído nos modelos de 14 polegadas e de 16 polegadas do MacBook Pro. Hoje, a nova peça de hardware só está disponível nos modelos de 13,3 polegadas do MacBook Air e do Macbook Pro.

Site oficial: Apple M1

De acordo com as previsões da TrendForce, a Apple deverá enviar 15,5 milhões de unidades do MacBook em todo o ano de 2020. Isso representa um crescimento de 23,1% em comparação com o ano anterior.

O processador Apple M1 foi anunciado num evento da fabricante norte-americana no começo desta semana. Ele é o primeiro chipset baseado em ARM para MacBooks, e portanto promete entregar um bom desempenho para tarefas cotidianas com uma duração de bateria muito superiores àquela que era possível com modelos baseados em processadores da Intel.


Fonte: Apple

Em testes de desempenho realizados usando o programa Geekbench, o novo SoC Apple M1 obteve resultados de desempenho superiores aos do MacBook Pro de 16 polegadas – mesmo custando muito menos do que aquele modelo.

Claro que isso não significa que a diferença vai se traduzir em desempenho no mundo real, já que se trata de um teste sintético. Ainda assim, esse é um indicativo claro de que, ao menos em certas tarefas, o Apple M1 pode bater de frente com os melhores processadores x86 para notebooks do mercado.

Caso os bons resultados do ano que vem se concretizem, a TrendForce espera que a Apple vá aumentar a sua fatia do mercado de notebooks de 8% para 8,7%. A última vez que a empresa teve resultados tão positivos foi em 2017, quando enviou ao mercado centenas de milhares de notebooks a mais do que é esperado em 2020. Em 2018 e 2019, as vendas dos MacBooks caíram de maneira contínua.

Via: Neowin, Phone Mantra
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Semana BLACK FRIDAY: 7 DICAS para COMPRAR MUITO BARATO na INTERNET!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.