Serviços públicos têm aumento em mais de 100% em atendimento online durante pandemia
Créditos: Reprodução/ lacnic

Serviços públicos têm aumento em mais de 100% em atendimento online durante pandemia

Órgãos públicos estão reduzindo a necessidade de burocracia presencial

Leitura Rápida

  • A Pandemia fez com que o atendimento de funções burocráticas online aumentassem
  • Os órgãos públicos tiveram um aumento em mais de 100% em diversas funções como: emissão de notas, documentos, etc
  • A tendência é que os processos burocráticos fiquem mais simples e remotos daqui pra frente

Algo inevitável durante a pandemia foi a modificação de processos burocráticos. Devido ao isolamento social, necessário para barrar o avanço da Covid-19, os portais de serviços públicos receberam muito mais demanda de atendimento online. Isso fez com que os sistemas de armazenamento em nuvem, segurança e gerenciamento de dados também precisasse aumentar para suprir a necessidade. 

Painel TIC Covid-19

Segundo a IPM Sistemas, empresa responsável por criar soluções em GRP (Softwares de Gestão Pública), foram registrados aumento de 307% em novos processos digitais nos primeiros oito meses de 2020. Esse valor é comparado ao mesmo período (entre janeiro e agosto) do ano anterior, 2019. Esse índice está considerando apenas processos abertos exclusivamente pelo Portal do Cidadão ou Autoatendimento ou App.

Em geral, as maiores buscas pelos serviços online foram relacionadas às situações do cotidiano. A Cetic.br (Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação), juntamente com o CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil), mapeou os principais serviços públicos buscados pelos brasileiros. Segundo os dados levantados, os serviços públicos on-line mais buscados ou realizados desde o início da pandemia foram aqueles relacionados ao direito do trabalhador ou previdência social (72%), documentos pessoais (46%), saúde pública (45%) e educação pública (37%). 

Esses dados ainda mostraram uma resolução de burocracias feitas unicamente de forma remota, sem precisar ir até um ambiente público. O gráfico acima considera as ações feitas nos meses onde a pandemia atingiu o Brasil de forma mais direta. 

Muitos dos serviços online já estavam disponíveis para o público, mas a pandemia fez com que houvesse um crescimento significativo dos usuários. Várias funções burocráticas como emissão de documentos, preenchimento e envio de formulários, pagamentos de taxas e impostos aumentaram durante o isolamento social.

Continua após a publicidade

A IPM Sistemas entende que os dados estão mostrando que a pandemia está fazendo um processo de "desburocratização". O uso de novas tecnologias tem diversos benefícios, como a praticidade de atendimento, que pode ser feito em qualquer lugar com acesso à internet; aumentar o controle da gestão; reduzir o tempo de espera; entre outros fatores. 

Outro dado revelado pela IPM Sistemas é de que a quantidade de documentos digitalizados e armazenados em nuvem nas prefeituras - que são clientes da empresa - mais do que dobrou durante os últimos oito meses. O incremento total foi de 138%.

User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

BLACK FRIDAY: DICAS para COMPRAR uma SMART TV!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.