DJI faz publicação sobre segurança de dados e cinco mitos sobre a empresa
Créditos: Reprodução/ asia.nikkei

DJI faz publicação sobre segurança de dados e cinco mitos sobre a empresa

A companhia teve seus drones barrados da lista de "drones confiáveis" dos EUA

Leitura Rápida

  • A DJI fez uma nova publicação falando sobre como vê a segurança de dados
  • A empresa está respondendo a lista de cinco drones "seguros" emitida pelo governo, que exclui opções chinesas
  • A companhia fala sobre os cinco mitos que envolvem a marca
  • Também afirma que não há nenhum interesse na coleta e venda de informações dos seus usuários

A DJI é líder absoluta no setor de drones há alguns anos. A empresa está sofrendo recentemente com represálias do governo dos Estados Unidos, que está ceifando as compras de empresas chinesas. A justificativa é que o objetivo é a segurança de dados dos cidadãos estadunidenses. Devido a isso, a empresa está emitindo um comunicado intitulado "seus dados não são da nossa conta", informando sobre quais dados são coletados e como eles são usados, bem como cinco mitos sobre a companhia.

Comunicado DJI sobre segurança

19/07/2019 às 10:36
Notícia

DJI é banida pela empresa que fornece sistema de segurança pa...

A empresa de softwares Cape decidiu romper suporte para todas as empresas chinesas

O atual governo dos Estados Unidos, liderado por Donald Trump, está diminuindo cada vez mais a participação de empresas chinesas de tecnologia no país. Recentemente foi emitido uma lista de cinco drones selecionados para fazer a segurança do país, considerados os mais seguros. Todos os cinco são fabricados no país, o que exclui qualquer modelo da DJI.

A DJI, por sua vez, investe em opções robustas, que são usadas por instituições governamentais. Vários segmentos usam opções da chinesa atualmente, como polícia, bombeiros e outros departamentos de segurança privada. A lista publicada pelo governo exclui a chinesa das compras oficiais, o que pode ter um impacto muito negativo ao longo dos anos.

A empresa também colocou na publicação os "cinco mitos sobre a DJI". A empresa explicou cada um deles e falou sobre o motivo de não haver motivos para a preocupação. A publicação mostra que a chinesa tem cuidado com as informações coletadas e que elas não são divulgadas. Você pode ver as justificativas abaixo:

Continua após a publicidade

Cinco mitos sobre a DJI:

  • "Os drones DJI não enviam automaticamente fotos ou informações de voo para DJI, para a China ou para qualquer outro lugar.
  • “A DJI não pode compartilhar dados de clientes com o governo chinês, a menos que os clientes optem voluntariamente por fornecê-los a nós.”
  • “DJI não é financiado, pertencente ou controlado pelo governo da China."
  • “DJI não rouba tecnologia ou propriedade intelectual de outras empresas."
  • “DJI não envia produtos ao mercado abaixo do custo"

O objetivo da publicação é mostrar que a empresa segue com princípios. Não há nenhum envolvimento do governo com a marca e os dados dos usuários não são repassados, segundo a DJI. A empresa cita ainda que não há nenhum indicativo sobre espionagem ou venda de dados e que se mantém as informações de forma segura. 

Via: DroneDJ Fonte: DJI
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Semana BLACK FRIDAY: 7 DICAS para COMPRAR MUITO BARATO na INTERNET!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.