Panasonic lança câmera mirrorless LUMIX BGH1 com design modular
Créditos: Reprodução/Panasonic

Panasonic lança câmera mirrorless LUMIX BGH1 com design modular

Com formato de “caixa”, a câmera estará disponível a partir de dezembro nos Estados Unidos por US$ 1.999,99

A Panasonic anunciou nesta semana o lançamento de sua nova câmera mirrorless Lumix DC-BGH1. Com design modular e formato de “caixa”, a câmera estará disponível a partir de dezembro nos Estados Unidos por US$ 1.999,99. De acordo com a empresa, a nova câmera é baseada no padrão “Micro Four Thirds System” conta com alta mobilidade, uma extensa linha de lentes intercambiáveis e ainda inclui tecnologias que a Panasonic adquiriu com desenvolvimento de câmeras de cinema profissionais, filmadoras e a linha LUMIX GH.

02/09/2020 às 13:24
Notícia

Panasonic anuncia câmera Lumix DC-S5 full-frame mirrorless a ...

Câmera é mais compacta que os outros modelos mirrorless de última geração

A LUMIX BGH1 possui sensor Live MOS de 10.2MP com tecnologia Dual Native ISO e com o Venus Engine. Dual Native ISO é uma tecnologia que conecta perfeitamente dois circuitos de ISO nativos separados, algo que é usado em modelos Panasonic Varicam para profissionais.

A Panasonic diz que normalmente, o ruído aumenta à medida que a sensibilidade aumenta com um único sensor de imagem ISO nativo. No entanto, o sensor de imagem com ISO Dual Native minimiza a geração de ruído escolhendo um circuito ideal para usar de acordo com a sensibilidade antes do processamento. Como resultado, a câmera permite um registro máximo de ISO 51.200 de alta sensibilidade.  

Panasonic lança câmera mirrorless LUMIX BGH1 com design modular
Panasonic LUMIX BGH1 e seu formato de caixa
(Divulgação/Panasonic)

O corpo de liga de alumínio e magnésio é relativamente pequeno e não traz um visor, por exemplo, mas inclui múltiplas entradas para montagem de acessórios ou um tripé. Uma ventoinha integrada e um sistema interno de dispersão de calor permite que a câmera seja usada para gravação por longos períodos sem risco de superaquecimento. Já o suporte na parte superior pode ser usado para montar um microfone ou o adaptador XLR DMW-XLR DA Panasonic. Os controles da câmera incluem vários botões de função dedicados, três botões de função personalizados e mais.


(Reprodução/Panasonic)

A LUMIX BGH1 suporta gravação de vídeos a C4K 60p/50p com profundidade de cor de 10 bits. Uma curva gama V-Log L atualizada melhora o alcance dinâmico e ela também oferece o modo HLG (Hybrid Log Gamma). Além disso, a função de taxa de quadros variável (variable frame rate ou VFR) permite a gravação de vídeos a até 240 fps com resolução Full HD (1080p).

Continua após a publicidade

Panasonic lança câmera mirrorless LUMIX BGH1 com design modular
(Reprodução/Panasonic)

Na parte traseira a câmera traz uma porta Ethernet com suporte para Power over Ethernet+, o que permite que ela seja controlada via rede com o aplicativo Panasonic LUMIX Tether. Já o aplicativo Panasonic LUMIX Tether for Multicam permite que um único computador controle até 12 câmeras LUMIX BGH1. A Panasonic diz que uma futura atualização de firmware habilitará o suporte para streaming via ethernet.




(Divulgação/Panasonic)

Na parte traseira também é possível encontrar três conectores BNC com suporte para 3G SDI-out, Timecode in/out e Genlock, o que é útil para sincronizar câmeras em configurações usando várias câmeras. Ela também traz uma porta HDMI tamanho padrão, uma porta USB Type-C (USB 3.1) e conectores de 3,5mm para fone de ouvido e microfone. Outras opções de conectividade incluem o suporte para Wi-Fi (2,4GHz e 5Ghz) e Bluetooth 4.2 (BLE). Já para armazenamento a câmera traz dois slots para cartões SD UHS-II.

Para alimentação, a LUMIX BGH1 utiliza baterias da linha de filmadoras profissionais da Panasonic, com capacidades de até 11.800mAh para gravação estendida. A câmera também inclui um conector dedicado para permitir seu uso de com uma fonte de energia externa.

Via: Digital Photography Review, Photo Rumors Fonte: Panasonic
User img

Fabio Rosolen

DICA: Veja como formatar o WINDOWS 10 sem PEN DRIVE [FÁCIL]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.