Fabricantes de celular buscam recarga sem fio a 100W logo em 2021, segundo rumor
Créditos: Phandroid

Fabricantes de celular buscam recarga sem fio a 100W logo em 2021, segundo rumor

Mais energia significa mais velocidade, mas resulta também num maior aquecimento

O carregamento sem fio feito por indução tem se tornado um recurso cada vez mais popular - quase padrão - em modelos mais caros de celular. A tecnologia, no entanto, ainda não consegue ser tão rápida como fazer a recarga usando um cabo na maioria dos casos, mas as fabricantes querem mudar isso. E essa mudança pode ocorrer logo no ano que vem, em 2021, segundo o rumor da vez, vindo de Digital Chat Station.

Segundo o "vazador" diretamente da China, as marcas de dispositivos móveis estão trabalhando para entregar uma recarga de 100W por meio de indução logo no ano que vem. Isso representa um salto no que é possível realizar hoje em dia. Por exemplo, é o dobro da velocidade de recarga oferecida pelo Xiaomi Mi 10 Ultra, que já tinha impressionado com seus 50W.

20/08/2020 às 19:33
Notícia

Veja como funciona o carregamento wireless de 50W da Xiaomi n...

Empresa explicou como consegue carregar uma bateria de 4,500mAh em 40 minutos

Enquanto as vantagens de recarregar seu celular mais rápido são óbvias, existe uma preocupação quando alcançamos altas frequências para a recarga: o aquecimento.

Continua após a publicidade

O super aquecimento sempre foi, e continuará sendo por um bom tempo, o principal problema quando falamos de eletrônicos compactos como dispositivos móveis. A recarga sem fio é feita por indução, e é especialmente propensa ao aquecimento. 100W vai significar mais calor, o que resulta também numa degradação maior dos componentes - inclusive da bateria.

Não podemos esquecer que a informação ainda está na fase de rumor, e deve ser tratada como tal. Mas se as fabricantes estão mesmo trabalhando nessa carga para a bateria, seria interessante que elas tenham encontrado também uma solução para a energia extra não super aquecer seu aparelho. Ou as marcas podem estar dispostas a deixar o desgaste acontecer também, assim você troca de smartphone ainda mais cedo. No momento temos apenas especulações e conjecturas.

Fonte: WCCFTech
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.