Projeto de Lei para privatização Correios será enviado no dia 13 de outubro
Créditos: Reprodução/ Exame

Projeto de Lei para privatização Correios será enviado no dia 13 de outubro

O Ministro Fabio Faria, do Ministério das Comunicações, deve assinar o projeto em breve

Leitura Rápida

  • Diogo Mac Cord, secretário especial de Desestatização, Desenvolvimento e Mercados do Ministério da Economia, falou que o projeto de privatização dos Correios já está pronto
  • Ele será enviado para o Ministério das Comunicações, chefiado por Fábio Faria na terça-feira, dia 13 de outubro
  • Depois disso, precisa ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e, posteriormente, para o Congresso Nacional
  • O projeto está correndo de forma acelerada

O projeto de lei para privatização dos Correios será enviado para a assinatura do ministro das Comunicações Fábio Faria na próxima terça-feira, dia 13 de outubro. Segundo Diogo Mac Cord, secretário especial de Desestatização, Desenvolvimento e Mercados do Ministério da Economia, o projeto já está pronto e deve ser assinado para as próximas estâncias nos próximos dias.

O próprio Ministro das Comunicações já se mostra amplamente a favor da desestatização do serviço de Correios e Telégrafos. Recentemente ele revelou que cerca que pelo menos cinco grandes companhias tem interesse na compra da estatal. Depois do projeto assinado, ele ainda precisa passar pelo crivo do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que também tinha como privatização dos Correios como promessa de campanha eleitoral em 2018. 

17/09/2020 às 20:41
Notícia

Correios pode ser comprado pela Amazon, Magalu, FedEx ou DHL

O Ministro Fábio Faria confirmou que cinco empresas demonstram interesse na compra

Diogo Mac Cord falou em entrevista para a revista exame que o "projeto de lei que propõe o fim do monopólio dos Correios sobre o serviço postal já está pronto". Ele ainda afirma que os documentos devem ser enviados para Fábio Faria ainda na terça-feira, dia 13. Pode ser que o ministro ainda leve alguns dias para analisar e assinar o projeto, para que o processo de privatização inicie de fato.

“O processo está correndo com a celeridade que precisa”, afirma Mac Cord. Depois de ser assinado por Bolsonaro, o projeto é enviado para o Congresso Nacional. Os Correios é uma das maiores empresas estatais do Brasil. Ela também é a única do país que possui pelo menos uma base em todos os municípios do país, de norte a sul. Ela empresa hoje mais de 95.000 pessoas.

A expectativa é que o projeto corra de forma acelerada. Pode ser que, até o final da semana, novas atualizações sejam enviadas. O governo deve dar prioridade para a venda do serviço. Já se sabe que a Magazine Luiza, Amazon, FedEx e outras companhias tem interesse na compra da estatal

O projeto pronto é o primeiro passo para o início da privatização. Pode ser que, dependendo de como os parlamentares conduzirem a ação, até o final do ano os Correios já tenham um comprador definido. 

Fonte: Exame
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

DICA: Veja como formatar o WINDOWS 10 sem PEN DRIVE [FÁCIL]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.