Startup apresenta novo caminhão autônomo de entregas sem cabine para 2021
Créditos: Reprodução | The Verge

Startup apresenta novo caminhão autônomo de entregas sem cabine para 2021

Empresa promete reduzir custos de transporte em até 60% e emissões de CO2 em 90%

Uma startup sueca de caminhões autônomos chamada Einride apresentou um novo modelo de veículo para fazer entregas. Batizados de Transporte Elétrico Autônomo (AET), esses automóveis autônomos possuem quatro "opções" diferentes e, se as expectativas da empresa criadora se realizarem, estarão na estrada a partir de 2021.

30/09/2020 às 12:03
Notícia

Amazon One permite que pessoas façam pagamentos ou se identif...

O serviço começará a ser usado inicialmente em algumas lojas Amazon Go em Seattle

Os caminhões não possuem volantes, pedais, para-brisas e, em geral, cabine para pessoas. O CEO da startup, Robert Falck, disse que o AET é mais aerodinâmico do que as versões anteriores, o que deve ser benéfico quando a produção aumentar.

Além disso, a companhia afirma que seus novos veículos “reduzirão os custos de transporte em até 60 por cento e as emissões de CO2 em impressionantes 90 por cento”.

Como já foi comentado, os veículos EAT possuem quatro variações. Os EATs 1 e 2 chegam à velocidade máxima de de 30 km/h e pesam 26 toneladas. Ambos aguentam cargas úteis de até 16 toneladas e suas baterias prometem fazer os caminhões autônomos rodarem por cerca de 130-180km.

Os outros dois modelos - EAT 3 e 4 - conseguem chegar a 45 km/h e 85 km/h, respectivamente. Questões sobre peso e carga são semelhantes aos dois primeiros citados.

30/06/2020 às 23:47
Notícia

Bife vegano produzido com impressora 3D

É esperado que a carne de origem vegetal alcance escala industrial já em 2021

Continua após a publicidade

O que realmente diferencia cada modelo é o domínio operacional ou as condições em que o carro pode dirigir sozinho. O EAT 1 foi projetado para andar em uma área delimitada, enquanto o EAT 2, através de teleoperação, tem permissão para sair da "geocerca". O EAT 3 é pensado para zonas rurais e o modelo 4, para a condução em estradas.

A empresa diz que está usando o software de direção autônoma da Nvidia para atingir o Nível 4. Já para a direção remota realizada por um ser humano (quando necessário), existe uma tecnologia interna.

A Einride está no mercado de lançamento de protótipos de automóveis desde em 2016, ano em que foi fundada. Ela também A Einride também se responsabiliza por testar, validar e buscar a aprovação regulatória para seus carros, que são todos elétricos e controláveis remotamente por um operador humano ou ainda sem qualquer intervenção de pessoas.

Ainda não temos informações sobre planos de produção e manufatura.

Continua após a publicidade

Via: The Verge
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

40 ATALHOS do WINDOWS 10 para você virar um EXPERT no SISTEMA OPERACIONAL

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.