Departamento de Justiça dos EUA vai processar sistema de buscas do Google
Créditos: Reprodução/ Ericeiramag

Departamento de Justiça dos EUA vai processar sistema de buscas do Google

Autorizardes defendem que mecanismo do buscador é muito dominante e prejudica concorrência

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos irá processar a Google na próxima semana por conta da dominância de seu sistema de buscas em relação aos concorrentes. O órgão está solicitando aos Procuradores-Gerais do estado que assinem o processo, de acordo com apurações da agência ReutersO processo vai acusar a empresa Google de tentar prejudicar rivais como o buscador Bing da Microsoft.

30/09/2020 às 14:24
Notícia

O que esperar do evento da Google? Acompanhe ao VIVO aqui!

Smartphone Pixel 5, caixa de som inteligente, novo Chromecast e Google Home estão entre os anúncios

A intenção para o processo defende que a Google estaria privando os concorrentes de seu sistema de buscas de acessar dados sobre usuários e suas preferências. Essas informações são muito importantes para que as páginas possam mostrar anúncios e resultados de pesquisa de maneira mais eficiente. Nesse caso, perder a chance de anunciar algo para um internauta significa perder dinheiro de empresas que investem nas propagandas online. 

A Google também poderia estar usando seu sistema de propagandas e de busca para não deixar que seus concorrentes fiquem em evidência nos resultados de pesquisa. Dessa maneira, a Google estaria tomando pra si as informações importantes e prejudicando financeiramente os concorrentes. Apesar de poder ser processada por conta dessas acusações, a Google comentou que não há nenhuma irregularidade em seu sistema.

O Departamento de Justiça também investigou a forma como a publicidade está associada à pesquisa no Google, ou seja, os anúncios que aparecem com os resultados da pesquisa quando uma pessoa procura um item de consumo no buscador. Segundo a investigação, o Google controla a venda do espaço nessas buscas, bem como as ferramentas para fazer essas vendas de anúncios.

Tanto o Departamento de Justiça dos EUA quanto os Procuradores-Gerais dos estados já estavam se preparando para mover processos antitruste contra a Google desde maio desse ano. A empresa se defendeu dizendo que os usuários podem escolher outras fontes de informação, como Twitter para notícias e Amazon para produtos. Na parte de publicidade, a empresa diz que Oracle e Verizon são exemplos de concorrentes muito fortes no mercado. 

Via: GSM Arena
User img

Mariela Cancelier

Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.