Conheças as políticas do YouTube para conteúdo infantil, nocivo, autoral e mais
Créditos: Reprodução/YouTube

Conheças as políticas do YouTube para conteúdo infantil, nocivo, autoral e mais

Plataforma criou uma página dedicada para explicar seu uso e gerenciamento

O YouTube lançou uma nova página chamada "Como o YouTube funciona" para responder algumas das perguntas mais importantes feitas por usuários da plataforma. O site traz informações de todos os tipos e aborda temas como segurança infantil, conteúdo nocivo, informações incorretas e direitos autorais. A empresa também esclareceu outras questões como o impacto da crise de COVID-19 no monitoramento de fake news e como a plataforma se comporta em tempos de eleições.

Como o YouTube funciona - página oficial


Legenda em português disponível nas configurações

Recentemente, muitos criadores de conteúdos e viewers do YouTube têm questionado a abordagem da empresa em relação às questões de direitos autorais - como é o caso do Rato Borrachudo que poderá perder o canal com 4,31 milhões de inscritos. Por conta de dúvidas e perguntas relacionadas a acontecimentos como esse, a plataforma poderá agora esclarecer melhor sua política de uso e sanar as indagações de todos seus usuários. Confira abaixo alguns destaques da nova página do YouTube:

Conteúdo protegido por direitos autorais

O YouTube conta com um pacote de gerenciamento de direitos autorais que funciona com a correspondência do Content ID, que é a melhor tecnologia do mercado para detectar potenciais violações de conteúdo. Ele consiste em três ferramentas: um formulário on-line de DMCA público disponível para usuários que acessam o YouTube; a Copyright Match Tool, ferramenta criada especificamente para criadores de conteúdo, e o Content ID, solução empresarial para quem tem necessidades de gerenciamento de direitos em larga escala, como selos musicais, estúdios de filmes ou associações de gestão coletiva de direitos autorais.

O ID Content é usado para gerenciamento de direitos em larga escala

Após o fornecimento de arquivos de referência, é possível receber notificações automaticamente sobre vídeos enviados que contenham obras criativas dos usuários do Content ID e da Copyright Match Tool. Além disso, os usuários do Content ID têm a possibilidade de escolher antecipadamente o que deve acontecer quando esses vídeos forem detectados. As diferentes opções que o Content ID oferece aos detentores de direitos autorais faz dessa tecnologia uma solução antipirataria e uma ferramenta de geração de receitas. O YouTube já pagou mais de US$ 3 bilhões para detentores de direitos autorais que geraram receita usando o próprio conteúdo em outros vídeos por meio do Content ID. Link explicativo

Conteúdo nocivo

O YouTube trabalha para remover rapidamente material que viola  as políticas. A empresa usa uma combinação de pessoas e aprendizado de máquina para detectar em escala conteúdo potencialmente problemático. Quando algo desse tipo é identificado, revisores humanos verificam se ele viola as políticas. Em caso afirmativo, é removido e usado para treinar as máquinas para uma melhor cobertura. Link explicativo

Continua após a publicidade

Conteúdo selecionado para crianças

O YouTube explica que investe fortemente em tecnologia e equipes que ofereçam às crianças e famílias a melhor proteção possível. Como o YouTube não se destina a ser usado por menores de 13 anos, em 2015 foi criado um aplicativo dedicado ao YouTube Kids como uma forma das crianças explorarem seus interesses e sua curiosidade e, ao mesmo tempo, fornecer aos pais mais ferramentas para controlar e personalizar a experiência para suas famílias. Link explicativo

Conteúdo extremista

Qualquer conteúdo criado para incitar a violência ou incentivar o ódio a determinados grupos de pessoas viola a política contra discurso de ódio. Além disso, conteúdo que promove ou glorifica o terrorismo viola a política contra organizações criminosas violentas. Esse tipo de conteúdo é removido do YouTube quando a plataforma recebe sinalizações a respeito deles. Link explicativo
 

Discuso de ódio e assédio

Para ajudar na aplicação consistente das políticas, o YouTube conta com equipes de análise com experiência em linguística e no objeto em questão. Também há o aprendizado de máquina para detectar, de maneira proativa, conteúdo potencialmente de ódio, enviado para revisão humana. Trimestralmente, a plataforma remove dezenas de milhares de vídeos e canais que violam essas políticas.

Para os canais que insistem em não seguir as políticas, medidas mais severas são aplicadas, incluindo a remoção do Programa de Parcerias do YouTube (que impede a geração de receita pelo canal), o envio de avisos (remoção de conteúdo) ou o encerramento do canal. Link explicativo

Combate à desinformação

As diretrizes contra práticas enganosas incluem políticas rígidas contra usuários que fazem declarações falsas ou que se envolvem em outras práticas enganosas. Isso inclui uso enganoso de mídias manipuladas (por exemplo, “deep fakes”), que podem apresentar sérios riscos de danos. O YouTube também alega trabalhar para proteger eleições de ataques e interferências, dando ênfase no combate a operações de influência política.

Também há uma política contra falsificação de identidade. As contas que buscam disseminar desinformação ao fazer declarações falsas por meio da falsificação de identidade estão claramente contra as políticas e são removidas. Link explicativo

YouTube durante as eleições

O YouTube analisa e remove vídeos com as seguintes violações:
- Conteúdo que foi editado ou manipulado tecnicamente para enganar os usuários (além de clipes fora de contexto) e que tenha o potencial de causar danos significativos. Por exemplo, um vídeo manipulado tecnicamente para simular que um membro do governo morreu;

Continua após a publicidade

- Conteúdo feito para enganar as pessoas sobre os processos do censo ou de votação, como informar aos espectadores uma data errada para as eleições.

- Conteúdo que propaga denúncias falsas sobre os critérios técnicos de elegibilidade de candidatos de eleições atuais ou de qualificação para o exercício de representantes eleitos, como denunciar falsamente que um candidato não pode ser eleito por não apresentar os requisitos de cidadania necessários para assumir cargos públicos em um determinado país.

O YouTube analisa e remove canais com as seguintes violações:

- Tentam falsificar a identidade fingindo ser outra pessoa ou canal, informando estar em outro país ou escondendo vínculos com representantes do governo;

- Aumentam de maneira artificial o número de visualizações, de marcações "Gostei", de comentários ou outras métricas, seja pelo uso de sistemas automáticos ou pela exibição de vídeos a espectadores que não queiram assistir o conteúdo. Link explciativo

Viés nocivo não intencional

O YouTube usa pessoas comuns do mundo inteiro para treinar os sistemas de pesquisa e descoberta. As diretrizes usadas são disponibilizadas publicamente. Além disso, a plataforma faz auditoria dos sistemas de machine learning para ajudar a garantir que o viés algorítmico não intencional, como gênero, por exemplo, seja descartado. Quando encontramos erros, eles são corrigidos e treinamos novamente os sistemas para que fiquem mais precisos e atualizados. Link explicativo

Fonte: Como o YouTube funciona
User img

Mariela Cancelier

Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

40 ATALHOS do WINDOWS 10 para você virar um EXPERT no SISTEMA OPERACIONAL

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.