Greve dos Correios continua sem acordo e vai a julgamento no dia 21 de setembro
Créditos: Campo Grande News

Greve dos Correios continua sem acordo e vai a julgamento no dia 21 de setembro

Audiência entre as partes não avançou negociação, então TST vai julgar dissídio

A greve dos funcionários dos Correios, iniciada no dia 17 de agosto, vai a julgamento pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho) no dia 21 de setembro, depois de não encontrar acordo. Trabalhadores e empresários tiveram uma audiência no último dia 11, sexta-feira, mas não foi possível avançar as negociações.

A audiência, realizada por meio de chamada online, foi convocada pela ministra Kátia Arruda, do TST. A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT) representou os grevistas no debate com os diretores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). Segundo a FENTECT, não foi possível avançar a discussão porque a ECT não trouxe nenhuma nova proposta e segue irredutível em sua decisão de não acatar dezenas de cláusulas do acordo firmado com os trabalhadores no ano passado.

18/08/2020 às 15:50
Notícia

Funcionários dos Correios entram em greve por tempo indetermi...

Correios dizem que tem um Plano de Continuidade para que o atendimento seja mantido

O acordo de 2019 contém 79 cláusulas, mas, alegando dificuldades econômicas por causa da pandemia, a empresa dos Correios estaria disposta a manter somente 9 delas. De acordo com os trabalhadores em greve, entre as 70 cláusulas removidas são retirados acordos em adicionais de risco, licença-maternidade, indenização por morte, auxílio-creche e outros benefícios. Os funcionários também se posicionam fortemente contra a privatização dos Correios, que tem sido defendida pelo governo atual.

Os Correios não apresentaram nova proposta, então seguem dispostos a derrubar dezenas de cláusulas do acordo passado, devido à sua alegada situação financeira. Os trabalhadores optaram por seguir em greve, que chegou ao seu 26º dia hoje, sábado.

Arruda deu o prazo de cinco dias para que advogados de qualquer uma das partes se manifeste com uma nova proposta de acordo para encerrar a greve. Se nenhuma opção aparecer nesse período, segue a decisão de levar a discussão para julgamento de dissídio, no dia 21 de setembro, uma segunda-feira.

User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Estamos com a MI BAND 5! Veja o que a PULSEIRA INTELIGENTE da XIAOMI pode fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.