Concurso premia as melhores fotos da natureza em 2020, confira algumas
Créditos: Foto de Hannah Vijayan, para o concurso de Fotógrafo de Vida selvagem do Ano.

Concurso premia as melhores fotos da natureza em 2020, confira algumas

Pela primeira vez o renomado concurso acontecerá virtualmente

21/08/2020 às 13:09
Notícia

Veja quais competições globais de fotografia estão com inscri...

Concursos oferecem diferentes premiações para diversas categorias

O concurso “Highy Commended Wildlife Photographer of the Year” é um dos principais eventos de celebrações de fotógrafos de vida selvagem do mundo. Esse ano os vencedores serão anunciados em uma cerimônia online no dia 13 de outubro, essa é a primeira vez que o evento ocorre de forma totalmente digital.

Dê uma olhada em alguma das fotos do concurso:

 

Acompanhe o 56º concurso de Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano.


Olho da seca por José Fragozo, para o concurso de Fotógrafo de Vida selvagem do Ano.

Olho da seca

Durante anos José Fragozo observa hipopótamos na Reserva Nacional Maasai Mara, no Quênia, um remanescente do Rio Mara, atingido pela seca.

Até que um dia reparou algo se abrindo entre a lama que um dia foi um rio, era um olho de hipopótamo.

Continua após a publicidade

Os hipopótamos passam o dia submersos para manter a temperatura constante e a pele sensível longe do sol. Durante à noite eles emergem para pastar.

Os hipopótamos são vitais para os ecossistemas aquáticos, seu esterco fornece nutrientes importantes para peixes, algas e insetos. Mas em secas ocorre uma concentração de esterco que acaba esgotando o oxigênio e matando a vida aquática.


A ceia da aranha por Jaime Culebras, para o concurso de Fotógrafo de Vida selvagem do Ano. 

A ceia da aranha

Uma grande aranha errante se alimenta de ovos de uma rã de vidro gigante. Acredita-se que as onze espécies de aranhas errantes sejam os principais predadores desses anfíbios. 

Jaime Culebras esperou para capturar o exato momento em que uma fêmea agarrou a o ovo e firmou seus palpos no fino ovo.


Amazônia queimando por Charlie Hamilton James, para o concurso de Fotógrafo de Vida selvagem do Ano.

Amazônia queimando

Em um ano de recorde nos níveis de desmatamento da Amazônia, essa foto foi tirada durante um incêndio fora de controle no Maranhão enquanto uma única árvore permanece sozinha de pé.

Provavelmente o incêndio foi iniciado deliberadamente para limpar uma área para a introdução da agricultura ou pecuária no local. 

Continua após a publicidade


O jogo do rato de Matthew Maran, para o concurso de Fotógrafo de Vida selvagem do Ano.

O jogo do rato

Durante 4 anos, Matthew Maran vem fotografando raposas que vivem em uma área no norte de Londres. Durante uma noite de verão o rapaz vinha observando os jovens irmãos brincando, quando de repente um deles apareceu de um arbusto carregando um rato. 

Provavelmente ou o rato foi encontrado morto ou um adulto caçou e deixou para o filhote, mas é raro uma raposa conseguir caçar um rato. 

Mas como aconteceu não importa, pois a festa foi garantida entre os filhotes, que brigaram muito para ver quem ficava com o rato.

Fonte: Natural History Museum, The Guardian
User img

Willian Vieira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

Estamos com a MI BAND 5! Veja o que a PULSEIRA INTELIGENTE da XIAOMI pode fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.