Documento vazado diz que sanções a drones tem dificultado a prevenção a incêndios nos EUA
Créditos: Dylan Bouscher, Getty Images

Documento vazado diz que sanções a drones tem dificultado a prevenção a incêndios nos EUA

Em ano difícil para o oeste do país, apenas 28% das ações preventivas planejadas foram executadas

Leitura Rápida

  • Compra de sistemas de queimadas preventivas foi cancelada pelo Departamento de Interior
  • Com déficit de pessoal, ações manuais e com sistemas tripulados alcançaram apenas 28% do planejado
  • Incêndios assolam o Oeste dos EUA, especialmente a Califórnia

Um memorando do Departamento de Interior dos Estados Unidos vazado ao Financial Times informa que o banimento de drones com tecnologia chinesa tem dificultado a prevenção de incêndios florestais.

As queimadas em território estadounidense estão fora de controle nas últimas semanas. Apenas na Califórnia, mais de 1.200 casas já foram destruídas e 5 pessoas morreram.

O cerco aos drones com tecnologia chinesa é parte da guerra comercial do governo Trump, que tenta assegurar a vantagem tecnológica norte-americana.

Na prática, o órgão governamental responsável por cuidar das terras federais deixou de adquirir 17 sistemas de queimada controlada que tinha planejado. Os drones Ignis, alvo da negociação, são sistemas especializados reconhecidos por sua capacidade de iniciar rapidamente incêndios controlados de grande extensão.

Sem os novos equipamentos, o departamento continuou dependendo de queimadas manuais e com aeronaves tripuladas em um momento que possui um déficit de pessoal. Segundo o documento assinado pelo Escritório de Serviços de Aviação, apenas 28% das queimadas preventivas planejadas seriam executadas sob essas circunstâncias.

Continua após a publicidade

(Incêndios florestais nos Estados Unidos - Créditos: Associated Press)

Por sua vez, o indicado de Trump para comandar a pasta, David Bernhardt, argumenta que a compra não efetuada e a não utilização de equipamentos com peças chinesas já adquiridos acontece por motivos de segurança da população.

Em outra batalha da guerra comercial entre EUA e China, o Secretário de Estado norte americano Mike Pompeo anunciou que o país vai endurecer as sanções à Huawei e não renovará a licença temporária concedida.

Via: The Verge Fonte: Financial Times
User img

Odir Brüggmann Filho

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.